Foto: Daniel Reino

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) publicou no diário oficial desta sexta-feira (24),  o resultado do Edital de Credenciamento nº 04/2021 para formação de cadastros de profissionais da área Cultural: Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas. O credenciamento terá validade por de 12 meses, contados da data da publicação da lista de credenciados no Diário Oficial de MS. 

Por meio deste edital foi realizado o credenciamento de pessoas físicas ou microempreendedores individuais interessados em atuar na área de literatura em atividades relativas às políticas públicas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, ofertadas pela FCMS, nas categorias: Oralidades, Palestrante/debatedor, Oficineiro e Mediador.

“O edital dita as normas deste concurso de seleção para futura contratação de prestadores de serviço para atuarem nos projetos culturais propostos pela FCMS como o “Proler”, “Biblioteca nas Férias”, entre outros. Sempre tivemos certa dificuldade de contratar profissionais devido aos trâmites com documentação e comprovação necessários para a execução do contrato. Esta é uma demanda da classe como um todo, para fazer as contratações de uma forma mais transparente”, explicou a coordenadora no Núcleo de Literatura da FCMS, Melly Senna.

Reconhecimento das atividades culturais

Cada profissional inscrito pôde escolher as seguintes áreas temáticas: Mercado editorial; Histórias em quadrinhos; Literatura Infantil e juvenil; Literatura Clássica e Contemporânea; Literatura produzida em Mato Grosso do Sul; Literatura e Gamificação; Literatura e Diversidade (Negra, indígena, LGBTQIA+, Mulheres, etc.); Formação de leitores; Narração/contação de histórias; Poesia Oral, Slams; Promoção de leitura digital; Acessibilidade literária; Bibliotecas públicas e comunitárias; Projetos de Leitura; Empreendedorismo Literário; Literatura Fantástica; Literatura e Transmídia ou Escrita Criativa. As atividades a serem desenvolvidas por este credenciamento poderão ser presenciais ou virtuais, a critério e conveniência da FCMS.

Para o contador de histórias, Ciro Ferreira, um banco de dados facilita para o gestor de projetos culturais encontrar os profissionais certos para cada projeto além de ajudar que os profissionais locais conheçam quem está atuando no mercado. “Esta seleção ajuda a desenvolver e profissionalizar a cadeia literária”, explicou. Ainda segundo ele, através deste edital a Fundação de Cultura está reconhecendo, na prática, atividades como “contador de histórias” que ainda não é considerado profissão. “A FCMS está nos mostrando a importância da visão do gestor público de estar atento às necessidades dos profissionais da cultura e juntos vamos melhorando nossas relações de trabalho”, comemorou Ciro.

Para visualizar o resultado do edital de credenciamento clique aqui. Mais informações podem ser obtidas no telefone (67) 3316-9155.

Fonte: Ascom FCMS

Comentários