26.8 C
Campo Grande
quinta-feira, 18 de abril, 2024
spot_img

Puxado pelo agro, superávit do comércio exterior tem aumento de 38% em MS

As exportações de Mato Grosso do Sul no ano passado somaram US$ 5,808 bilhões e foram 11,32% superior ao total apurado em 2019 (US$ 5,217 bilhões). Por outro lado, as importações foram menores (US$ 1,905 bilhão) em 2020 em relação ao ano anterior (US$ 2,403 bilhões).

Com isso, o saldo da balança comercial, ou seja, o resultado da diminuição de tudo que foi comprado do exterior com o valor das vendas, foi de US$ 3,902 bilhões, contra US$ 2,814 bilhões apurados em 2019, representando o superávit de 38%.

Produtos como a soja (+ US$ 500 milhões), óleos e gorduras vegetais (+ US$ 220 milhões), açúcar (+ US$ 240 milhões) e carne de aves (+ US$ 25 milhões) contribuíram para esse excedente. O principal produto de exportação de Mato Grosso do Sul continua sendo a celulose, que aumentou o volume exportado de 4,232 milhões/ton em 2019 para 5,538 milhões/ton em 2020.

Os dados são da Carta de Conjuntura nº 62, que pode ser conferida no site da Secretaria do Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

O bom desempenho das exportações de Mato Grosso do Sul está relacionado à desvalorização do real diante do dólar, e também aos estímulos de competitividade, como o dinamismo dos portos em Porto Murtinho e Corumbá e também a disponibilidade de crédito para a produção.

Fale com a Redação