O Mato Grosso do Sul está entre as duas primeiras colocações no País, como Estado que mais aplicou a primeira dose da vacina contra a Covid-19, totalizando quase 400 mil doses, ainda nesta terça-feira (13). Contudo, um dado começa a preocupar, pois cerca de 25 mil pessoas não voltaram para receber a necessária segunda dose. O MS também entra no alto índice que tem registrado em todo Brasil, que já chegou a 1,5 milhão de brasileiros, que se ainda não foram, no mínimo estão atrasados com a concretização da imunização, que necessita da dose complementar da Coronavac ente 14 a 28 dias, e da Astrazenica em até 90 dias.

Segundo levantamento do Ministério da Saúde, são exatos 24.789 pessoas, até hoje, que não foram receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Os dados mostram que a taxa do chamado “abandono vacinal” é de 7% em todo o Estado, mas são apenas indivíduos vacinados com a CoronaVac, produzia pela Instituo Butantan. O Ministério da Saúde faz o alerta, para que aquelas pessoas que não foram tomar o reforço do imunizante, procurem a segunda parcela o quanto antes.

Em Mato Grosso do Sul, a SES (Secretaria estadual de Saúde) está preconizando a janela entre as doses de 28 dias para a CoronaVac. De acordo com o Sistema Mais Saúde, plataforma estadual que mostra o cenário da pandemia e o número de vacinados contra Covid-19, há 545.236 doses que foram aplicadas, sendo 398.242 da primeira parcela, e 146.994 com a segunda dose.

Na contramão da Coronavac, todas as 66.792 pessoas imunizadas com a vacina Astrazeneca produzida pela Fiocruz estão em dia com a segunda dose em Mato Grosso do Sul.

Capital

  • Em Campo Grande, 1.273 pessoas não compareceram para receber a segunda dose dentro do prazo de 28 dias, o que representa 2,4% das 52.029 pessoas com vacinação programada do dia 16 de fevereiro ao dia 13 de abril. A prefeitura de Campo Grande informou que está realizando busca ativa pelas unidades de saúde para mobilizar as pessoas que “abandonaram a vacinação”.

Ir buscar

A orientação do Ministério da Saúde, é para que mesmo aquelas pessoas que perderam o prazo estabelecido no cartão de vacinação para o reforço da vacina covid-19, é para que devem procurar uma unidade de saúde para a segunda dose.

“Quem atrasou e não conseguiu ir com 28 dias de intervalo da Coronavac, ou aquelas que não conseguiram ir com 84 dias da vacina AstraZeneca, devem comparecer para completar o esquema”, informou a coordenadora nacional do Programa Nacional de Imunizações, Francieli Fantinato.

Comentários