(Foto: Prefeitura Dourados)

Responsáveis devem comparecer a instituição informada entre 25 e 27 de janeiro

A Secretaria Municipal de Educação realiza nesta segunda-feira (24) a segunda designação de alunos que buscam vagas em instituições da Rede Municipal de Ensino (Reme). A designação é uma oportunidade para o aluno que perdeu o prazo, ou fez a pré-matrícula após a primeira designação. 

Após a publicação da lista de alunos e instituições, os pais e responsáveis devem procurar a escola de 25 a 27 de janeiro e confirmar a matrícula. A secretária de Educação, Ana Paula Benitez Fernandes, explica que, caso esse prazo seja perdido, o aluno volta para a lista de espera e deve esperar a nova designação. 

“Serão realizadas quatro designações este ano, a primeira já ocorreu e a próxima será nesta segunda-feira, após isso ainda teremos outras duas. A escolha das escolas é feita através do sistema e o pai que não realiza a confirmação da matrícula pode perder a vaga na instituição e precisar ir para outra, em uma próxima designação”, contou. 

A pré-matrícula teve início dia 3 de janeiro e continua durante todo ano letivo, em que o sistema disponibiliza três opções de escolas ou Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM), para que o pai ou responsável cadastre o aluno. Vale ressaltar que as instituições cadastradas são aquelas administradas pelo município, portanto, não entram nesta lista escolas estaduais ou conveniadas, que são utilizadas em caso de superlotação da Rede. 

A Reme realiza ainda outras duas designações que serão realizadas no dia 31 de janeiro, com confirmação da matrícula do dia 1º ao dia 3 de fevereiro, e 4 de fevereiro, com matrículas presenciais do dia 7 ao dia 9.

A escolha das escolas é realizada pelo sistema e segue uma ordem obrigatória, publicada no Diário Oficial do Município. “Crianças em situação de abandono ou risco social, e/ou que são assistidas por portadores de doenças crônicas, têm preferência, assim como crianças de família com menor renda per capta e assim por diante”, esclarece a secretária de Educação.

Comentários