(Foto: Arquivo Sectur)

A Prefeitura de Campo Grande adiou a reinauguração do Obelisco, um dos principais monumentos públicos da cidade e que estava previsco para ser entregue novamente para a população nesta sexta-feira (20). De acordo com o Município, uma nova data será divulgada, mas somente na semana que vem. O motivo não foi divulgado.

As obras começaram no dia 27 de outubro, com orçamento de R$ 100 mil. Foram removidos os resquícios de reparos feitos anteriormente, como 13 camadas de tinta na superfície da edificação, que possui 20 metros de altura. Em seguida, foi feito preenchimento de frestas e rachaduras.

O canteiro em torno da área também recebeu novo projeto de paisagismo e toda a estrutura passou por obras de drenagem, iluminação, impermeabilização e sanitização.

O Obelisco conta com uma efígie do fundador de Campo Grande, José Antônio Pereira, e foi construído no dia 26 de agosto de 1933. A revitalização foi realizada após um Termo de Acordo envolvendo prefeitura e Ministério Público Estadual.

A Justiça determinou que R$ 300 mil fossem destinados para compensar a demolição de patrimônio histórico na Barão do Rio Branco. Uma casa da década de 1930 foi derrubada para abrir espaço para estacionamento.

O acordo previa que R$ 100 mil fossem destinados à revitalização e R$ 200 mil custeassem a digitalização de acervo da Arca (Arquivo Histórico de Campo Grande).

Comentários