25.8 C
Campo Grande
domingo, 3 de março, 2024
spot_img

Renato Câmara indica curso de piscicultura aos produtores do Assentamento Triângulo em Sidrolândia

Visando incentivar a produção de peixes em cativeiro em área rural do município de Sidrolândia, o deputado estadual Renato Câmara (MDB) apresentou, durante sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), uma Indicação endereçada ao governador do Estado Eduardo Riedel e ao diretor-presidente da AGRAER, Washington Willeman de Souza, solicitando a implementação de um curso de piscicultura para qualificar produtores do Assentamento Triângulo. 

“Recebemos o pleito que nos foi encaminhado pela Câmara Municipal de Sidrolândia, através do Ofício nº 043/2023, de autoria do vereador Adavilton Brandão. Ele, em atendimento às solicitações da população reivindica a realização de um curso de piscicultura no Assentamento Triângulo. O objetivo é qualificar os pequenos produtores, como forma de dar o primeiro passo para ingressarem na piscicultura, levando em conta que o Assentamento Triângulo possui grande potencial para esta atividade produtiva, sendo então, uma opção de diversificação da fonte de renda das famílias da localidade”, justifica Renato Câmara.

Renato Câmara indica curso de piscicultura aos produtores do Assentamento Triângulo em Sidrolândia
Curso para produção de peixes em cativeiro motiva Indicação de Renato em benefício de produtores do Assentamento Triângulo. Foto: Internet/UFGD

 De acordo com levantamentos técnicos, a produção de peixes em cativeiro é uma atividade que apresenta grande potencial para o desenvolvimento econômico e social de Mato Grosso do Sul. O Estado possui condições naturais favoráveis para o cultivo de peixes, como clima tropical e disponibilidade de água em abundância. 

Esta condição favorável existe no Assentamento Triângulo, localizado no município de Sidrolândia, onde a comunidade também apresenta grande potencial para a implantação de empreendimentos de piscicultura, principalmente, porque o assentamento abriga 38 famílias que estão buscando alternativas produtivas para diversificar suas fontes de renda. 

“A realização de um curso de piscicultura aos produtores do Assentamento Triângulo seria uma importante iniciativa para o desenvolvimento local. O curso capacitará os moradores da comunidade para o cultivo de peixes, proporcionando conhecimentos técnicos, práticos e teóricos necessários para o sucesso da atividade. Além disso, o curso irá contribuir para a segurança alimentar da região, visto que a piscicultura é uma fonte de proteína animal acessível e sustentável e o conhecimento adquirido por meio do curso também poderá ser compartilhado entre os membros da comunidade, promovendo o desenvolvimento sustentável e a autonomia local. Assim, a implantação de um curso de piscicultura no Assentamento Triângulo é uma iniciativa que trará benefícios econômicos, sociais e ambientais para a região”, destaca Renato Câmara, que também é o presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da ALEMS.

Fale com a Redação