Carnaval Corumbá. (Foto: Rene Carneiro)

Cumprindo agenda durante a manhã desta quarta-feira (1º), o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) concedeu entrevista na qual comentou a respeito da nova variante que já está presente no Brasil, confirmada com três casos em São Paulo, dizendo se tratar de um fato preocupante e que devido a isso deixará a decisão sobre o carnaval somente para o próximo ano.

“Lembro aqui que a realização ou não das festividades do carnaval cabem a cada município, o Prosseguir somente atua como orientador”, disse o governante, ainda complementando ainda, que não é o momento para pânico devido a nova variante.

Ele ainda lembrou que a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) consiste na efetivação da campanha de vacinação e que para isso a SES (Secretaria de Estado de Saúde) já tem criado estratégias para vacinar aqueles que por algum motivo ainda não tenham se imunizado. “Quem está vindo a óbito [por covid em MS] é 94% de quem não tomou nenhuma dose”, afirmou.

Uma campanha de aumento da cobertura vacinal já está em desenvolvimento.”Está provado pela ciência que a vacina protege vidas. Tem que chamar quem não tomou 1ª dose ou 2ª dose e quem está apto para a dose de reforço”, reforçou.

Sobre seu anúncio anterior referente ao pacote de investimento voltado para o Carnaval, Azambuja disse que será mantido, já que o objetivo é apoiar essa classe. Sendo assim as escolas, blocos e envolvidos com a festa podem ir se preparando pois diferente deste ano, que não receberam incentivo do governo devido a pandemia, em 2022 esse repasse será feito.

Comentários