Há 40 vagas serventes, 10 pedreiros, 2 carpinteiros e 8 sinaleiros

As obras do Programa Reviva Campo Grande não param e a demanda por profissionais da construção civil só aumenta. Nesta quarta-feira (5), a empreiteira DP Barros, que executa parte dos serviços no microcentro da capital, abriu mais 60 postos de trabalho. As vagas são efetivas com carteira assinada e direito à vale alimentação, vale transporte, além de refeição no local. O trabalho tem início imediato e as vagas disponíveis são para: 40 serventes, 10 pedreiros, 2 carpinteiros e 8 sinaleiros.

Para pedreiro e carpinteiro, o candidato deve ser alfabetizado, ter experiência em carteira de um ano e disponibilidade para trabalhar em finais de semana e feriados. O salário é de R$1.614,80.

Para as vagas de servente e sinaleiro, é preciso ser alfabetizado, ter mais de 18 anos e disponibilidade para trabalhar em finais de semana e feriados. O salário é de R$1.144,00.

Os interessados devem comparecer à Rua Santos Dumont, 245, no bairro Cabreúva, nos dias 06 e 07 de janeiro entre às 7h e 17h, portando currículo e documentos pessoais.

Em apenas oito meses, as obras do Reviva Campo Grande geraram mais de 300 empregos diretos e indiretos. As intervenções continuam a todo vapor já na primeira semana de 2022, sendo que a partir da segunda quinzena de janeiro, o ritmo dos trabalhos irá acelerar ainda mais. A previsão é que a revitalização do centro seja concluída no segundo semestre deste ano.

Interdições

Os motoristas devem ficar atentos às novas interdições pela cidade. Nesta quarta-feira (5) a Rua Marechal Rondon, entre a Av. Calógeras e a Rua 14 Julho, será fechada parcialmente para obras que antecipam o recapeamento, com reparos profundos e superficiais. O trecho deve ser liberado nesta sexta-feira (7).

A Travessa Cel. Mário Pinto Peixoto, no trecho entre as ruas 14 de Julho e 13 de Maio, será totalmente fechada para obras de drenagem. A previsão é que a via seja liberada na semana que vem, no dia 12 de janeiro.

Como rota alternativa, quem estiver na 14 Julho e deseja pegar a 13 de Maio, deve subir até a Travessa Guia Lopes. Já os condutores que estiverem na 13 de Maio e quiserem entrar na 14 de Julho, precisam descer até a Travessa Camões.

Comentários