A Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) divulgou a lista de inscrições deferidas e indeferidas no programa Bolsa Atleta e Bolsa Técnico 2021-22. A relação com os nomes está disponível nos editais n. 4 e 5/Fundesporte/2021, na edição desta sexta-feira (19) do Diário Oficial do Estado (clique aqui para acessar). Ao todo, 150 foram indeferidas e 534 deferidas.

Os candidatos indeferidos interessados em recorrer da decisão têm o prazo de cinco dias úteis a contar da data da publicação no Diário, ou seja, até a próxima sexta-feira (26), às 23h59. O pedido de recurso deve ser protocolado presencialmente na sede da Fundesporte, localizada na Avenida Mato Grosso, 5778 (Bloco 4), Parque dos Poderes, em Campo Grande (MS), CEP: 79.031-001 – ou via e-mail para [email protected] em formato PDF.

Os pleiteantes podem ainda solicitar recurso por meio postal (Sedex com AR), para o endereço citado acima. A data da postagem não poderá ultrapassar o prazo estabelecido para recurso. O destinatário deve ser: Fundação de Desporto e Lazer de MS – FUNDESPORTE (COGEB).

No total, foram realizadas 684 inscrições. A categoria Estudantil foi a que teve maior número de inscritos: 286. Nessa modalidade, o Governo do Estado vai contemplar 100 candidatos com bolsa mensal de R$ 500,00. O auxílio é voltado a alunos-atletas, com idade entre 12 e 17 anos, que se destacam em competições estudantis nacionais e internacionais.

Na categoria Nacional, 216 concorrem a 50 bolsas no valor mensal de R$ 950,00. Esta é destinada a atletas que tenham participado de competições em âmbito nacional, reconhecidas pela Fundesporte. Na Nacional Paralímpico, a procura foi de 34 candidatos para 20 vagas, no valor de R$ 950,00. Já na Pódio Complementar Paralímpico (10 bolsas de R$ 1.200,00), 17 pessoas efetuaram inscrição. Mesmo número de inscritos na Master (10 de R$ 950,00), para atletas acima de 35 anos.

A categoria Pódio Complementar recebeu 16 inscritos, que pleiteiam 10 bolsas de R$ 1.200,00 ao mês. Na Internacional, a procura foi de 14 candidatos a 10 vagas. A modalidade de auxílio vai beneficiar atletas que tenham participado de campeonatos mundiais ou internacionais (convencional ou paralímpico), com parcelas de R$ 1.200,00.

Ao todo, nove desportistas estão concorrendo à bolsa Universitário (15 vagas de R$ 950,00). A categoria Olímpico e Paralímpico não recebeu nenhuma inscrição, já que para concorrer o interessado deveria ter participado dos Jogos Olímpicos ou Paralímpicos, de verão ou inverno, no período entre 2019 e 2020. Por conta da pandemia da Covid-19, as Olimpíadas/Paralimpíadas de Tóquio foram canceladas e, possivelmente, serão realizadas neste ano.

Entre os técnicos, 42 deram entrada no sistema de inscrições para concorrer a 15 vagas na categoria Técnico I, que vai destinar R$ 1.000,00 por mês a técnicos de atletas habilitados a pleitear a Bolsa Atleta Estudantil. Já na modalidade II, direcionada a treinadores de atletas pleiteantes nas demais categorias, 33 profissionais se candidataram, também para 15 vagas. O auxílio mensal será de R$ 1.500,00.

O período de inscrições ocorreu de 12 de fevereiro a 12 de março, regulamentado por meio da Portaria Normativa (edital) nº 002/2021. Os critérios para a concessão do auxílio mensal estão estabelecidos na Lei Estadual n. 5.615, de 14 de dezembro de 2020.

Para o período 2021-22, o Governo do Estado investirá R$ 2,74 milhões, somando-se todas as 12 parcelas (R$ 227.750,00 por mês), valor que representa o dobro de recursos da edição anterior. A quantidade de bolsas ofertadas também foi ampliada em 40% (de 190 para 265 – 235 atletas e 30 técnicos), além do aumento de 80% no número de categorias (de 5 para 11).

Serviço

A Fundesporte criou um canal de comunicação para mais informações e esclarecimento de dúvidas. Basta entrar em contato pelo telefone (67) 3323-7225 ou adicionar este número e mandar uma mensagem pelo WhatsApp.

Comentários