A Sanesul deu ordem de serviço para as obras do sistema de esgotamento sanitário de Santa Rita do Pardo.

O recurso é da própria empresa no valor de R$ 3,3 milhões de reais, fruto de convênio com a Caixa Econômica por meio do programa Avançar Cidades.

A ampliação do sistema já existente é para mais 15,6 km de rede de coleta do esgoto doméstico, e mais 725 ligações de imóveis, ou seja, será aplicado integralmente na infraestrutura de captação dos dejetos provenientes de residências, comércios, ou quaisquer edificações que contenham banheiros e/ou cozinhas, dispostos em fossas ou tanques de acúmulo.

Mais duas estações elevatórias também serão construídas.

Com a renovação da concessão via Contrato Programa, em junho de 2019, Santa Rita do Pardo garantiu a execução do Plano de Investimento criado pela Sanesul que amplia todo o seu sistema de esgotamento a fim de atingir a universalização do serviço.

Obras entregues: Em 2019, a Sanesul concluiu 16 km de rede coletora de esgoto e quase 700 novas ligações domiciliares, obras executados com recurso proveniente do Governo Federal – via FUNASA e da própria empresa, um investimento de R$ 1,9 milhão.

Programa Avançar Cidades – Na primeira etapa do Programa Avançar Cidades, que ocorreu em 2018, 16 municípios de Mato Grosso do Sul foram contemplados com o montante de R$ 190 milhões.

Em setembro de 2019, mais 16 cidades assinaram contratos do Programa, num total de R$ 119 milhões em investimentos.

Em 2020, a Sanesul anunciou um novo grupo com mais 14 cidades que receberão recursos para implantação ou ampliação do sistema de esgotamento sanitário, no total de R$ 136 milhões.

Obras em Deodápolis

O sistema de esgotamento sanitário de Deodápolis está sendo ampliado. As obras tiveram início em outubro de 2020 e a empresa já está com 50% do trabalho concluído.

São 9,9 km de estrutura para coleta do esgoto doméstico de imóveis e mais 600 ligações.

O recurso é da própria Sanesul e garantiu a expansão do serviço e cobertura para bairros e centro. O valor desse investimento em saneamento é de R$ 1.350.900,00.

As obras cumprem um cronograma da empresa e Governo do Estado que trabalham juntos pela universalização do esgotamento em Mato Grosso do Sul em até 10 anos.  

“Para o desenvolvimento do Estado faz parte oferecer os serviços de saneamento básico como o fornecimento de água tratada e o tratamento do esgoto. A Sanesul tem intensificado as obras de esgotamento justamente para cumprir essa missão e garantir que toda a população de MS seja beneficiada, e que o nosso Estado cresça oferecendo as melhores condições em qualidade de vida para os seus moradores. Muitas obras estão em andamento com recursos da empresa, mas muitas outras vão começar via parceria pública privada com a MS Pantanal”, comentou o diretor presidente da Sanesul Walter Carneiro Jr.

No momento, as obras acontecem na região central da cidade.

Coletar e tratar o esgoto doméstico são serviços essenciais na saúde pública, precisa estar dentro do planejamento público.

Foto: Acom/Melissa

Sanesul executa obras em Deodápolis e Santa Rita do Pardo

O recurso é da própria Sanesul e garantiu a expansão do serviço. O valor desse investimento em saneamento é de R$ 1.350.900,00.É uma atividade que só traz benefícios para a população, pois a finalidade da coleta é levá-lo para longe dos imóveis de forma segura e sem contaminar o meio ambiente, e tratar nas estações corretamente.

Reabilitação da ETE

Em 2019, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) foi reabilitada pela Sanesul, um investimento de R$ 555.120,92 também com recurso próprio, para potencializar o tratamento do esgoto doméstico da cidade.

Galeria de obras e estrutura da Sanesul Deodápolis

Comentários