Em alusão ao ‘Outubro Rosa’, a Cassems foi até a unidade de trabalho das servidoras oferecer orientações em saúde.

04/11/2019 17h43
Por: Redação

As técnicas da Educação Especial do Centro Estadual de Educação Especial e Inclusiva (CEESPI) receberam orientações da Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems) sobre a saúde integral da mulher, em uma roda de conversa alusiva ao ‘Outubro Rosa’. O encontro aconteceu no dia 28 de outubro, na Escola Estadual Hércules Maymone e contou com uma sessão de alongamento, orientado por uma educadora física, além de diálogo com médica generalista, enfermeiras e psicóloga.

De acordo com Angela Maria Dias, técnica do CEESPI, o grupo de profissionais dedica-se à educação de crianças com deficiência e, com a roda de conversa, busca contribuir para o autocuidado das servidoras. “Esse tema é muito importante, primeiramente, porque aqui somos todas mulheres e estamos comemorando o ‘Outubro Rosa’. O nosso trabalho é preocupar com os estudantes, pois somos da parte da educação inclusiva. Mas, desta vez, pensamos em algo para cuidar de nós mesmas e pensar na nossa saúde”.

A servidora do CEESPI, Quezia Nantes, teve câncer de mama e fez o diagnóstico precoce por meio da campanha do ‘Outubro Rosa’. “Eu assisti a campanha pela TV e fui motivada a fazer o autoexame, quando diagnostiquei a doença. Descobrir o câncer cedo foi fundamental para facilitar o tratamento”.

Para a médica generalista, Mariana Vantine, é necessário considerar a saúde integral da mulher, não apenas das mamas. “Quando pensamos em ‘Outubro Rosa’, estamos sempre considerando o câncer de mama, mas temos que abranger um pouco mais a definição. Buscamos trazer para as servidoras o que é ser cuidadora da própria saúde, é necessário fazer a prevenção de maneira geral, pensando em uma alimentação saudável, prática de exercícios físicos e manutenção da saúde mental”.

O gerente de Assistência à Saúde da Cassems, Wellington Galhano, explica que a intenção da Cassems é levar orientações de prevenção em saúde até o local de trabalho dos servidores. “Nós estamos no mês de outubro, falando da importância do autocuidado e conscientização. Trouxemos uma médica da saúde da família, uma psicóloga e enfermeira para trabalhar a prevenção. Esse é um bate papo para professoras que dispõem de pouco tempo para buscar ajuda, assim, elas conseguem ter inteiração entre elas mesmas e os profissionais de saúde”.

Assessoria.

Messias Ferreira

Comentários