O Sebrae MS (Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequena Empresa em MS), anunciou nesta segunda-feira (2), que firmará parceria com 11 novos municípios para executar o ‘Programa Cidade Empreendedora’ em 2022. A ação que está programada para ocorrer no próximo dia 9 de maio, concretiza levar as cidades a iniciativa voltada para transformar a economia e promover o desenvolvimento local a partir do fortalecimento dos pequenos negócios. Os novos municípios se somarão a outros 22, que iniciaram ciclo no passado e ainda devem encerrar formações neste ano.

Conforme divulgação da instituição, a assinatura dos contratos vai ser realizada em uma cerimônia, na manhã da próxima segunda-feira (9), na sede da instituição, em Campo Grande. Participam da cerimônia os membros do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS e os prefeitos de Água Clara, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Caarapó, Coxim, Naviraí, Nioaque, Pedro Gomes, Ponta Porã e Santa Rita do Pardo.

Com a adesão ao Cidade Empreendedora, os municípios compõem o terceiro ciclo do programa e recebem acompanhamento do Sebrae durante 18 meses – a partir deste ano até 2023 – para o desenvolvimento de ações voltadas ao fomento de geração de emprego, renda e oportunidades de negócios.

As iniciativas são promovidas a partir de um eixo econômico competitivo, escolhido pelo próprio município. Todas as administrações municipais deste novo ciclo optaram pelo eixo “Cidade de Negócios”, voltado para transformar desemprego em empreendedorismo e alavancar o desenvolvimento por meio dos pequenos negócios.

Mais do que um impacto

“O Sebrae ampliou o número de cidades atendidas pelo programa para que possamos incluir mais pequenos negócios no processo de desenvolvimento e auxiliar na transformação econômica de cada munícipio. Trabalhamos junto com as prefeituras e lideranças locais para levar o desenvolvimento para o Estado como um todo, gerando emprego e renda, e melhorando a vida da população”, destacou Mendonça.

Cidade Empreendedora

O programa incentiva o desenvolvimento dos municípios a partir da implementação de etapas de trabalho como a criação de um plano de desenvolvimento econômico para a cidade; a desburocratização de processos para a abertura e alterações de empresas; incentivo às compras locais; promoção da cultura empreendedora e inovação; melhoria da sala do empreendedor e o estímulo ao desenvolvimento empresarial junto com a formação de lideranças que priorizem uma gestão pública empreendedora.

No último ano, em parceria com as prefeituras municipais que aderiram ao programa, foram promovidas ações em 22 municípios de Mato Grosso do Sul. As cidades integram o segundo ciclo do programa (2021-2022) e, por isso, neste ano, o trabalho continua em Amambai, Bandeirantes, Camapuã, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Dourados, Inocência, Jaraguari, Jardim, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Paraíso das Águas, Porto Murtinho, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, Rio Verde de Mato Grosso, Selvíria, Sonora e Terenos.

Anteriormente a esse ciclo, na primeira vez em que o Cidade Empreendedora foi executado no Estado, outros 11 municípios foram atendidos pelo Sebrae/MS.

Comentários