Devem se vacinar nesta fase: Profissionais de segurança, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, detentos, adolescentes infratores, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, portuários e população indígena

16/04/2020 14h20
Da redação com informações do governo

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inicia hoje (16) a segunda fase da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Depois de vacinar os idosos e profissionais de saúde na primeira etapa, agora é a vez de imunizar profissionais de segurança, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, detentos, adolescentes infratores, caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo, portuários e população indígena.

A Secretaria de Estado de Saúde distribuiu 375 mil doses de vacinas aos municípios. O Ministério da Saúde vai enviar um total de 1 milhão de doses de vacinas em 14 remessas. O Ministério já enviou cinco lotes.

Em Mato Grosso do Sul a campanha será dividida em três fases. Durante a primeira fase, entre 23 de março a 15 de abril, Mato Grosso do Sul vacinou 257 mil pessoas, sendo 215 mil idosos, chegando a 88,19% de cobertura vacinal, e 40,1 mil profissionais de saúde, 67,47% de cobertura.

Os idosos e profissionais de saúde que não se vacinaram durante a primeira fase podem se vacinar ao longo da campanha de vacinação.

A segunda fase vai até 8 de maio e serão vacinados, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade, profissionais da força de segurança e salvamento, Funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas do transporte coletivo e portuários. O público alvo da segunda fase é de 151 mil pessoas.

O ministério da Saúde antecipou a vacinação para povos indígenas e eles serão vacinados a partir da segunda fase. Em Mato Grosso do Sul estão cadastrados 77 mil indígenas para serem vacinados.

A terceira etapa da vacinação será de 9 de maio até 22 de maio e serão vacinadas Professores das escolas públicas e privadas, crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, adultos entre 55 à 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

O público alvo em Mato Grosso do Sul representará 902.280 pessoas. A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos elegíveis. Em 2019, Mato Grosso do Sul atingiu a meta com a cobertura de 91,2%.

Divulgação

Comentários