Estádio Marakana (Foto: Divulgação / Red Star Stadium)

Inspirado no famoso estádio brasileiro, a casa do Estrela Vermelha, um dos clubes mais populares da Sérvia, será o palco para o duelo contra os anfitriões

O último compromisso da Seleção Olímpica na Sérvia não poderia ser em melhor lugar. O Brasil vai enfrentar os anfitriões no Marakana. Trata-se do famoso estádio Rajko Mitic, do clube Estrela Vermelha, um dos mais populares do país.

A inspiração para o apelido veio do homônimo famoso do Rio de Janeiro. Nos anos 70, o estádio sérvio recebia grandes públicos, acima de 90 e 100 mil pessoas. Atualmente, com capacidade reduzida para 55 mil torcedores, o Marakana de Belgrado também se adaptou às mudanças que as arenas em todo mundo sofreram nos últimos anos, com o objetivo de dar mais conforto e segurança aos espectadores. 

No entanto, a energia e a mística da arena é a mesma daquela época. O Estrela Vermelha tem torcedores fanáticos e uma história de conquistas importantes, como a Liga dos Campeões da Europa, em 1991. Naquele ano, inclusive, também foram campeões do mundo, com vitória sobre o Colo Colo, do Chile. 

No jogo da próxima terça-feira (8), contra a Sérvia, a Seleção Olímpica irá se despedir do período de preparação na Sérvia, e esperar pela lista final para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A TV Globo e canal SporTV transmitem para todo o Brasil às 13h (horário de MS). 

Se não poderemos ver o Marakana sérvio pulsando com torcedores por conta da situação da pandemia, um grupo de convidados assistirá ao vivo esse primeiro encontro entre as duas seleções no estádio. De acordo com as leis sanitárias atuais, a federação de futebol local tem autorização para distribuir ingressos a um grupo limitado de pessoas. 

A Sérvia é um país onde os números da pandemia são brandos. A população, inclusive, já foi dispensada do uso de máscaras. 

Comentários