Selo Arte permitirá que os produtos provenientes de abelhas e seus derivados, que são produzidos de forma artesanal e tradicional, sejam regulamentados. (Foto/Divulgação)

A partir de 1º de outubro, entra em vigor o regulamento para que fabricantes de produtos de abelhas e derivados solicitem o Selo Arte

“É uma ótima oportunidade para apicultores e meliponicultores de Mato Grosso do Sul conquistarem novos mercados, agregando valor aos seus produtos”, avalia Fernanda Oliveira, analista técnica do Sistema Famasul, a respeito da portaria que regulamenta a comercialização artesanal de produtos de abelhas e derivados. O chamado Selo Arte é o assunto do #MercadoAgropecuário desta segunda-feira (20).

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento publicou a portaria nº 289, de 13 de setembro de 2021, no diário oficial da união, que regulamenta a produção artesanal dos produtos de origem animal na apicultura a partir de 1º de outubro.

“O Selo Arte permitirá que os produtos provenientes de abelhas e seus derivados, que são produzidos de forma artesanal e tradicional, sejam regulamentados. É uma ótima oportunidade para os apicultores e meliponicultores de Mato Grosso do Sul de expandir os mercados e agregar valor aos seus produtos, visto que podem ter alcance em todo o estado e em todo o território nacional, levando ao aumento de renda aos produtores rurais e alimento seguro para os consumidores”, explica.

Segundo o Mapa, os produtos artesanais de abelhas Apis mellifera e de abelhas nativas sem ferrão se encaixam no regulamento. Além disso, o processo produtivo deve respeitar as particularidades de cada espécie de abelha para manter as características originais das mercadorias.

A norma também exige que as técnicas e os utensílios adotados que influenciem ou determinem a qualidade e a natureza do produto final devem ser predominantemente manuais em qualquer fase do processo produtivo. Também descreve que o uso de ingredientes industrializados deve ser restrito ao mínimo necessário, vedada a utilização de corantes, aromatizantes e outros aditivos considerados cosméticos.

Selo Arte – O Selo Arte é um certificado de identidade e qualidade que possibilita o comércio nacional de produtos alimentícios de origem animal elaborados de forma artesanal.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul divulga todas as semanas uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe!

Comentários