A Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), por meio do Programa Biota MS está apoiando a força-tarefa desencadeada em Mato Grosso do Sul para levantar o número de animais mortos em consequência dos incêndios florestais no Pantanal.

Em reunião na semana passada, a Semagro disponibilizou veículos e diárias para que pesquisadores do Programa Biota tenham condições melhores de atuar junto a força-tarefa. Os pesquisadores da Embrapa Pantanal, Walfrido Moraes Tomas, coordenador da força-tarefa e Catia Urbanetz, professora Doutora em Biologia Vegetal estão envolvidos na ação.

Semagro apoia força-tarefa que investiga número de animais mortos no Pantanal

Titular da Semagro, o secretário Jaime Verruck destaca que por meio do Biota, o Governo do Estado está apoiando o levantamento do impacto dos incêndios na biodiversidade visando programas de restauração e apoio por meio do CRAS, para resgatar os animais, tratar e retornar a natureza.

O programa de Ciência, Tecnologia e Inovação para a Biodiversidade do Estado de Mato Grosso do Sul – Biota/MS – foi criado com a missão de construir uma base integrada de conhecimento cientifico, tecnológico e de inovação tendo como foco a biodiversidade de Mato Grosso do Sul para dar suporte a tomadas de decisão na gestão desta, visando ao seu uso sustentável e contribuindo para o desenvolvimento econômico do Estado.

Comentários