Produção de leite. (Foto/Divulgação)

Em menos de 2 anos, a produção leiteira saltou de 35 litros/dia com 14 animais para 70 litros/dia com nove animais

Recebendo a ATeG (Assistência Técnica e Gerencial) em Bovinocultura de Leite do Senar/MS há um ano e 10 meses, a produtora rural Ana Lucia Castaldeli conseguiu ampliar de 35 litros/dia, com 14 animais, para 70 litros/dia com apenas nove animais. Essa e outras conquistas na propriedade, localizada em Itaquiraí, são case de sucesso no #TransformandoVidas desta semana.

Senar ajuda produtora de Itaquiraí que reduz rebanho e dobra produção de leite
Produtora rural Ana Lucia Castaldeli. (Foto/Senar/Divulgação)

“Antes do Senar, dávamos até mesmo sal branco para as vacas. A vaca não entrava no cio ou, se emprenhava não prosseguia. O técnico do Senar ajudou no manejo do capim e do gado. A gente sabia o que os nossos pais sabiam fazer somente, mas as coisas mudaram. O técnico nos orienta e nos ajuda muito”, afirma.

Antes da Assistência Técnica e Gerencial, haviam na propriedade 14 vacas, que produziam de 30 a 35 litros de leite por dia. A partir das recomendações, a produtora optou por reduzir o rebanho para 9 cabeças, porem produzindo 70 litros de leite por dia.

“Antes não caminhava. Era o mesmo serviço, mas sem resultados, sem lucro, sem ganho algum. Com orientação, descobrimos que ‘menos é mais’. A gente tinha desanimado, pensou em trabalhar na cidade”, lembra.

“É uma transformação. A pessoa tem que acreditar nas oportunidades, nas orientações, se abrir para o novo e crescer sempre”, finaliza.

Serviço

Transformando Vidas – Toda sexta-feira, o Sistema Famasul divulga uma reportagem sobre a atuação do Senar/MS e as suas transformações no campo. Confira outras histórias de sucesso no canal no YouTube, e reportagens sobre Bovinocultura de Leite em ‘Mercado Agropecuário’ e ‘Educação no Campo’.

Comentários