Bucha utilizada para esconder o celular. (Foto/Divulgação)

Crime aconteceu na cidade de Paraísos das Águas

Quatro mulheres servidoras da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Turismo (Sedemat), de Paraíso das Águas, cidade localizada no interior do Estado, foram vítimas de um colega de trabalho também servidor público, que filmava imagens por meio de celular camuflado em uma bucha dentro do banheiro do órgão público, e posteriormente expunha o conteúdo em sites pornográficos.  

Através de seu celular, que era posicionado estrategicamente dentro do banheiro feminino escondido em uma bucha de lavar louças, ele comandava por meio de uma plataforma em seu Notebook as gravações das meninas seminuas em momentos íntimos.

As investigações se deram após uma das mulheres vítima das exposições, descobrir que havia um vídeo íntimo seu, sendo veiculado na internet. Reconhecendo o local das imagens, a jovem que mora em Itumbiara (GO), relatou ter ministrado um curso na Secretaria em 2019.

Servidor filmava colegas em banheiro com celular camuflado em bucha
Equipamento apreendido. (Foto/Divulgação)

A polícia conduziu a ação em torno dos integrantes da Sedemat, já que o banheiro era o único a disposição, além de averiguar o perfil utilizado no site de pornografia que tinha como login o nome “PUTZBOI”. Durante as investigações descobriram que pelo menos mais quatro mulheres também foram filmadas no mesmo local de ângulos diferentes.

Mandados de busca e apreensão foram executados na casa de possíveis suspeitos, onde foram encontrados armazenado em computadores usados por um dos servidores em sua moradia e também em seu local de trabalho da secretaria as imagens.

Durante as buscas foram localizadas na casa do autor uma pistola calibre 380 e várias munições, a arma estava com registro fora da validade no nome de um desconhecido. O homem de 35 nos que é casado teve seu computador e armamento apreendidos e foi preso pelos crimes.

Com Informações: Brito News

Comentários