O Egito habilitou 42 frigoríficos brasileiros, sendo sete de Mato Grosso do Sul, para exportação de carne bovina e de frango

09/04/2020 13h45
Da redação com informações da assessoria

O Egito habilitou 42 frigoríficos brasileiros, sendo sete em Mato Grosso do Sul, para exportar carne bovina e de frango. A decisão do país árabe de ampliar seus fornecedores de proteína animal, considerou uma possível instabilidade no abastecimento devido à crise do coronavírus no mundo.

De acordo com o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), as plantas frigoríficas recém aptas a exportar ao Egito estão instaladas em sete municípios, sendo as de Itaquiraí, Caarapó e Aparecida do Taboado para exportação de carne de frango e São Gabriel do Oeste, Anastácio, Iguatemi e Rochedo para venda de carne bovina.

Em 2019, Mato Grosso do Sul exportou US$ 76,5 milhões ao Egito, sendo a carne bovina o produto mais comercializado entre o Estado e o país árabe, seguido de milho para semeadura e celulose. Os dados são da equipe econômica da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

“Essa habilitação mostra a confiança do Egito na carne brasileira e é importante para nós, principalmente neste momento quando precisamos de relações comerciais fortes e que contribuam para a retomada da economia”, afirma o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro.

Divulgação

Comentários