O Sindjor-MS (Sindicato de Jornalistas de Mato Grosso do Sul) recomenda a suspensão de coletivas de imprensa presenciais, para conter o avanço do vírus da covid-19.

O órgão emitiu nesta sexta-feira uma nota pública oficial. Confira:

Em função do aumento de casos de Covid-19 em Mato Grosso do Sul, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (Sindjor-MS) vem a público recomendar a suspensão imediata de coletivas de imprensa feitas de forma presencial, mesmo que seguindo os protocolos de biossegurança.

A instituição considera imprudente a realização deste tipo de atividade devido à possibilidade de aglomerações no momento mais dramático da pandemia. Em Mato Grosso do Sul, o governo estadual informou nesta quinta-feira (18) que a ocupação de leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) chegou a 100% de sua capacidade no Estado.

Por isso, em substituição às coletivas de imprensa presenciais, o Sindjor-MS recomenda que as mesmas sejam feitas à distância, de forma on-line, garantindo assim a segurança dos profissionais e a paridade no repasse de informações a todos os veículos.

O momento é extremamente delicado e requer o máximo de cuidado para evitar que mais pessoas adoeçam.

Sindjor-MS

Comentários