Foto: imagem reprodução Google.

Um homem, que segundo informações seria um pastor, tentou matar uma garota de programa a golpes de faca em motel localizado no bairro Tijuca, região oeste de Campo Grande, na saída para Sidrolândia. A PM-MS (Polícia Militar de MS) foi acionada por funcionárias da casa, após verificar que um cliente tentou matar a que seria acompanhante dentro do Motel Talismã. O acusado autor, que ainda não foi identificado, usou uma faca e feriu a vítima no pescoço e quadril.

Conforme registro da PM, a vítima de 30 anos, disse desconhecer a identidade do autor, relatando que apenas foi contratada pelo serviço sexual. “As testemunhas, funcionárias do motel, disseram que o casal deu entrada no estabelecimento pouco depois do meio dia, e no final da tarde, o autor foi até a recepção para encerrar a conta, mas estava sozinho”, relata a PM.

As funcionárias acharam estranhos o homem estar saindo sozinho, mas como é de praxe antes do cliente sair, se verifica o quarto usado, para verificar a situação do local, Já elas se aproximando do quarto, foi quando a vítima surgiu no corredor pedindo por socorro, ensanguentada por ter ferimentos no pescoço e no quadril.

À polícia, todas disseram que sendo vista a situação e as funcionárias longe, o autor aproveitou da situação e fugiu. Mas, mesmo assim, as funcionárias ainda com medo, se abrigaram na sala da recepção do motel junto com a vítima, e aguardaram a chegada dos bombeiros militares e da Polícia Militar.

Em buscas

A Polícia Militar fez buscas pela região, mas até o momento não encontrou o autor. A Polícia Civil foi acionada e realizou perícia no motel em busca de informações que possam auxiliar no esclarecimento dos fatos.

O autor fugiu e até o momento não há registro da prisão. A família disse a policia e entregou celular, pois com base nos registros de conversas no WhatsApp e Instagram da vítima, o autor seria um líder religioso de Goiás. 

Comentários