(Foto: Divulgação / Batalhão de Choque)

Equipe do Batalhão de Choque prendeu na noite de ontem (20), um homem de 29 anos, apontando como possível autor do assassinato de Douglas Junior Gomez Ojeda, de 22 anos, em Campo Grande, foi preso em Corumbá. A vítima foi morta a tiros na na Vila Vila Almeida, no dia 25 de setembro, por conta de uma dívida de R$ 100,segundo relatos do pai do autor do crime.

De acordo com o Choque, os policiais atuavam em rondas pelos bairros durante a Operação Hórus, quando o suspeito viu a viatura, correu para uma casa no Bairro Almirante Tamandaré. Ele foi abordado, quando confessou que era foragido, por isso tentou fugir. 

O homem disse que Douglas seria um “desafeto” e que a arma utilizada no crime foi jogada em um matagal. O autor foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Corumbá.

O crime

No dia 25 de setembro, uma equipe da PM foi acionada para atender um chamado sobre uma pessoa caída no cruzamento da Avenida Américo Brasiliense com a Rua Yokohama. No local, foi encontrado socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que atestaram o óbito de Douglas, que apresentava ferimentos provocados por arma de fogo.

Entre os populares, uma pessoa relatou que o autor seria um homem de 29 anos e o motivo do assassinato teria sido uma dívida de R$100. Em diligência à casa do suspeito, foi encontrado seu genitor que informou aos policiais ter surpreendido seu filho correndo armado em direção a residência e que tentou segura-lo até a chegada da polícia, mas ele fugiu em uma motocicleta Honda Fan vermelha, sem placa, levando a arma do crime.

Comentários