Ilustrativa.

Foi preso na manhã desta segunda-feira (24), Eduardo Gomes Rodrigues, o principal suspeito de ter assassinado a facadas Rose Paredes, de 39 anos, e ter escondido o corpo da vítima no interior de uma fossa séptica, no quintal da casa da vítima, em Bandeirantes.

O homem foi localizado às margens da BR-163, em Bandeirantes, por uma equipe da Polícia Militar. Ele foi encaminhado para delegacia de Polícia Civil da cidade.

Segundo o delegado que investiga o caso, Jarley Inácio de Souza, Eduardo dividia a casa com Rose e o esposo dela, há cerca de um meses. O marido saiu para trabalhar numa fazenda deixando a mulher com Eduardo na casa.

Neste período, a família da vítima, que mora em Campo Grande, tentava contato com a mulher desde última quarta-feira (19), e como não conseguiam contato, no sábado (22), resolveram ir até a casa, após um vizinho relatar forte odor e a presença de muitas moscas próximo a fossa séptica no quintal. 

Os familiares acionaram a polícia, que ajudou nas buscas, localizando um poço no fundo da casa, e ao remover a tampa viram o corpo.

Ainda de acordo com o delegado, foi feita a perícia no local, sendo constatado que aparentemente Rose foi morta com golpes de faca na face, cerca de oito golpes. Além disso, na residência foram encontrados uma cama e um colchão queimados.

Segundo a polícia, há indícios de que o autor do crime tentou se livrar das provas do ocorrido. “Provavelmente ela foi morta na cama”, apontou o delegado.

O suspeito já era considerado foragido após entrar em contradições ao passar informações sobre o caso aos familiares de Rose.

Após o sumiço da mulher, ele chegou a dizer que Rose havia fugido com um caminhoneiro. Depois de ser procurado sobre a vítima, Eduardo fugiu da casa, sendo apenas encontrado hoje.

Comentários