A Prefeitura de Campo Grande instalou uma base da Guarda Civil Metropolitana no Terminal Bandeirantes. Os guardas garantirão a segurança dos passageiros e ajudarão a combater os atos de vandalismo, que depredam o espaço público.

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte), Janine Bruno, fez a entrega simbólica ao secretário Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Valério Azambuja, das chaves da guarita. O espaço foi construído para os guardas, que cumprirão plantão no terminal onde as reformas estão praticamente concluídas.

Como parte das medidas de prevenção aos atos de vandalismo e furtos, mos terminais serão fechados a meia-noite, quando sair o último ônibus, sendo reaberto às 5 horas da manhã do dia seguinte.

Nas próximas três semanas serão ativadas as bases de outros dois terminais, o Júlio de Castilho e o Guaicurus.  Na medida que os outros terminais forem sendo reformados, a mesma estrutura será colocada em funcionamento.

De acordo com o secretário Valério Azambuja, entre 5 horas da manhã e 23h59, um guarda permanecerá no terminal, sempre contando com apoio de viaturas da Base Operacional da região, localizada no Bairro Taveirópolis.

Terminal Bandeirantes agora tem base da Guarda Municipal para reforçar segurança

Para o diretor da Agetran, Janine Bruno, a presença permanente da Guarda nos terminais – antes eram feitos apenas rondas nos horários de pico – vai inibir o vandalismo. A reforma incluiu a instalação de grades para permitir o fechamento do terminal a partir de meia-noite.

A instalação de uma base da guarda no terminal foi bem recebido pelos usuários, que testemunharam a entrega das chaves da guarita enquanto esperavam o ônibus. “Acredito que agora haverá menos depredação, principalmente nos banheiros e bebedouros”, avalia dona Maria Conceição, que também mostrou satisfação com o resultado da reforma. “Ficou muito bom. Agora, temos que cuidar para conservar tudo arrumado”, avaliou.

Comentários