O ministro da Economia, Paulo Guedes (Foto: Alan Santos/PR)

Percepção de que atuação do ministro é “ruim’ ou ‘péssima’ saltou 9 pontos percentuais desde fevereiro, aponta pesquisa PoderData 

A atuação de Paulo Guedes à frente do Ministério da Economia é avaliada como “ruim” ou “péssima” por 35% dos brasileiros que o conhecem, segundo dados divulgados pela edição mais recente da pesquisa PoderData. O número é 9 pontos percentuais superior à avaliação do ministro no levantamento anterior.

A pesquisa mostra que a maior rejeição ao trabalho de Guedes foi guiada pelos que avaliavam a atuação do ministro como “regular”, percepção que desabou de 41% para 31% desde fevereiro.

As ações do ministro ainda são avaliadas como “boas” ou “ótimas” por 25% dos entrevistados, ante 28% do levantamento anterior. A alteração corresponde a uma oscilação dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais do levantamento. A pesquisa PoderData ouviu por telefone 2.500 brasileiros em 469 municípios das 27 unidades da Federação entre os dias 11 e 13 de outubro.

A queda de popularidade do ministro da Economia ocorre em um momento em que a inflação supera os dois dígitos em 12 meses, o desemprego atinge mais de 14 milhões e houve a recente revelação de que o economista lucrou com uma empresa nas Ilhas Virgens Britânicas, um paraíso fiscal.

Fonte: R7

Comentários