O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) prendeu na tarde de ontem (23), três homens com quase duas toneladas de maconha, em milharal às margens de uma estrada vicinal em Laguna Carapã. Outros traficantes que estavam no local conseguiram fugir do cerco policial.

De acordo com os policiais a apreensão da droga foi possível depois que os ocupantes de um Voyage com placas de Laguna Carapã foi abordado e do interior três homens desceram e tentaram correr para uma plantação de milho. Eles, com idades de 20, 24 e 31 anos, foram perseguidos e presos. No Voyage havia um rádio comunicador.

Já o motorista de uma caminhonete S 10 prata com placas falsas de Nova Andradina, um Fox e de um Fiat Uno retornaram quando viram que os três ocupantes do Voyage tinham sido presos. Houve então uma perseguição e cerca de 10 quilômetros após os três carros foram encontrados abandonados. Ninguém destes carros foi preso.

Na S 10 havia centenas de tabletes de maconha que pesaram ao todo 1.906 quilos da droga. Já os outros carros serviam de batedores, assim como os ocupantes do Voyage.

Os presos confessaram que foram contratados por um homem em Ponta Porã e que dois deles recebiam R$ 200 para cuidar da estrada , enquanto o terceiro ganhava R$ 500 para deixar os dois nos pontos estabelecidos e depois busca-los.

O trio foi levado para a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (DEFRON), onde foram autuados por adulteração de sinal de automotor, tráfico de drogas, associação ao tráfico e desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação.

Comentários