Duas mulheres e um adolescente foram presos pela Polícia Civil. A arma do crime foi localizada pelo Batalhão de Choque

28/04/2020 07h20
Por: Redação

A Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (Defurv) da Polícia Civil prendeu duas mulheres de 19 e 21 anos de idade e um adolescente de 17 anos, ontem (27), acusados de serem os autores do latrocínio do taxista Luciano Barbosa, 44 anos, em Campo Grande, no último sábado (25). A arma, possivelmente utilizada no crime, foi apreendida pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar.

A investigação do caso que começou durante o plantão da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) no Centro, foi assumida pela Defurv com apoio do Choque.

A delegacia especializada dará mais detalhes sobre a elucidação do caso em uma coletiva de imprensa nesta terça-feira (28), mas o EnfoqueMS apurou que após prisão do trio, os policiais civis localizaram roupas e cartões subtraídos do taxista, além de uma cápsula de munição, utilizada no crime.

Já, na noite, por volta das 21 horas, o Choque recebeu informações que em um quitinete na Travessa Felipe Duque, no Bairro Tiradentes, um dos locais de diligências feitas pela Polícia Civil, estaria a arma do crime.

Lá, em nova busca, foi localizado um revólver calibre .38 marca, marca Taurus, com capacidade para cinco munições, porém constando apenas quatro cartuchos intactos e uma câmara vazia. Também foram encontrados dois aparelhos de celulares, um dentro da quitinete e outro jogado no quintal.

O crime

No final da noite de sábado (25), Luciano Barbosa foi assassinado com um tiro na cabeça após o roubo de seu veículo Volkswagen Virtus. Ele teria aceitado fazer uma corrida de táxi para um casal, que solicitou a rota de um shopping da cidade até o Jardim Carioca, segundo contou o irmão da vítima, Lucas Barbosa.

O carro foi localizado na manhã de domingo, no loteamento Figueiras Park na região do bairro Santa Emilia, sem as rodas. Horas depois o corpo de Luciano foi localizado na margem da BR-262, por um ciclista que passava pelo local.

Carro do taxista encontrado depenado.

Comentários