O edital de seleção de ideias e projetos “UFMS Contra o Coronavírus” continua recebendo propostas, em diversas áreas do conhecimento

15/04/2020 11h50
Da redação com informações da assessoria

O edital de seleção de ideias e projetos “UFMS Contra o Coronavírus” continua recebendo propostas, em diversas áreas do conhecimento, para o enfrentamento da Covid-19. Entre as ações aprovadas, recentemente, estão:

Pesquisadores estudam impactos da crise provocada pela Covid-19 em pequenos negóciosO principal objetivo do grupo é propor soluções acessíveis aos pequenos negócios para que consigam atender a demanda externa, bem como planejar e movimentar internamente suas produções e operações durante, mas também após, a pandemia da Covid-19.

Projeto dá orientações a micro e pequenos empresários para enfrentamento à crise durante pandemiaO projeto será realizado em duas etapas e executado em vinte e quatro meses, a partir de abril de 2020. A primeira etapa será o desenvolvimento do site informativo centrado nos cinco eixos estratégicos e a segunda será o atendimento presencial aos empreendedores, assim que for possível.

Comunidade recebe orientações sobre direitos em época de pandemiaO objetivo do Projeto é prestar esclarecimentos e orientar a comunidade sobre temas cruciais diante deste cenário de pandemia, como: cumprimento de contratos, relações de consumo, relações de trabalho, questões tributárias, de saúde, questões humanitárias e ambientais, e de ordem processual.

Projeto propõe maior controle do mosquito da dengueO projeto propõe uma campanha de conscientização sobre a continuidade do controle de Aedes aegypti a fim de que o sistema de saúde não esteja sobrecarregado antes mesmo de se aumentarem os casos de Covid-19. Para isso, vamos organizar os dados de boletins epidemiológicos à respeito do progresso e da situação atual de ocupação do sistema de saúde e das medidas de controle esperadas pela população. A partir desses dados, produzir material áudio visual de curta duração para divulgação nas mídias da UFMS e aplicativos como o whatsapp

“Corrente do bem” e “Web-educação em saúde”O grupo está atuando junto a organizações não governamentais e instituições beneficentes além do Hemosul e bancos de leite. “Divulgamos os pedidos de doações nas redes do programa de residência, mas também colaboramos com as campanhas. Por exemplo, no Hemosul organizamos idas isoladas para doação de sangue de residentes, professores, servidores e acadêmicos da Famez. Entre as instituições que já foram contatadas estão Hemosul, Pedacinho do Céu, Guarda Animal, Secretaria Municipal de Saúde e Banco de Leite Materno de Campo Grande”, garantem.

Famílias carentes de Três Lagoas recebem alimentosA proposta é arrecadar pelo menos cinquenta cestas básicas nos meses de abril, maio e junho. Neste mês, estamos com o objetivo praticamente atingido. Já arrecadamos, aproximadamente, quarenta cestas, que serão distribuídas pela Secretaria Municipal de Assistência Social para as famílias que não estão recebendo nenhuma ajuda governamental

Para mais informações acesse ufms.br/coronavirus.

Divulgação

Comentários