(Foto: PMCG)

Todos os campo-grandenses a partir de seis meses de idade poderão se vacinar contra a gripe a partir desta segunda-feira (27). A campanha nacional de vacinação contra a influenza encerrou na última sexta-feira (24), mas devido a baixa procura pelas vacinas por parte dos grupos prioritários, os estoques do imunizante foi liberado para toda população.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), vacina contra a gripe estará disponível em 72 unidades básicas e de saúde da família do Município. O horário de atendimento para imunização ocorrerá das 7h30 às 10h45 e de 13h às 16h45.

Iniciada no começo do mês de abril, a campanha de vacinação contra a gripe imunizou, até última semana, 105.676 pessoas, o que corresponde a 35,79% de todo o público alvo da Capital, um quantitativo muito abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde. 

A campanha era destinada exclusivamente para idosos, trabalhadores da saúde, crianças entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, puérperas até 45 dias pós parto, População indígena, pessoas com comorbidades e as que tenham deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores do transporte rodoviário de passageiros, trabalhadores portuários, Forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema penitenciário, população privada de liberdade e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas. 

Agora, a população a partir de 6 meses de vida, podem se imunizar, enquanto durarem os estoques da vacina Influenza. A vacina disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) protege contra três dos principais vírus circulantes, o H1N1, H2N3 e Influenza B.

A Sesau reforça que a vacinação tanto da Influenza quanto da Covid-19 pode ser aplicada ao mesmo tempo, não havendo intervalo entre os dois imunizantes.

Desde o início do ano, Campo Grande registrou 37 óbitos por H3N2, a maioria ocorridos no mês de janeiro, após um surto atípico do vírus no entre o final de 2021 e o início deste ano. A vacina disponível no SUS protege contra três dos principais vírus circulantes, o H1N1, H2N3 e Influenza B. 

Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul até o momento atingiu 52,20% de cobertura vacinal dos grupos prioritários, com 485.692 doses aplicadas. A Secretaria de Estado de Saúde distribuiu aos municípios 1.068.980 doses da vacina contra Influenza.

Dos grupos prioritários, Mato Grosso do Sul vacinou até 43,5% das crianças, 53,7% dos idosos, 64,2% dos indígenas, 61,2% trabalhadores de Saúde, 37,1% das gestantes e 37,4% das puérperas.

Comentários