Divulgação

Reeducandas do Estabelecimento Penal Feminino “Irmã Irma Zorzi” (EPFIIZ), na capital, participaram de uma live sobre valorização da vida, alusiva às campanhas de saúde deste mês de setembro. Realizada nesta quarta-feira (16), a videoconferência abordou a importância da prevenção ao suicídio, saúde mental e conscientização sobre a doação de órgãos.

A ação foi desenvolvida pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), por meio da direção do presídio, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e o Instituto Ana Flavia Weis de Terapia Cognitivo-Comportamental.

Por videoconferência, o diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, agradeceu o apoio das instituições parceiras e destacou a importância de abordar campanhas sociais dentro das unidades prisionais. “São temas de grande relevância e que precisam ser trabalhados com os reeducandos, o que demonstra o carinho e apoio das instituições nas ações da Agepen”, afirmou parabenizando a disponibilização de todos os envolvidos.

A palestra foi organizada pelo setor Psicossocial do presídio, por meio das psicólogas Liléia Leite e Maristela Ribeiro e abordou Setembro Amarelo e Setembro Verde.

A secretária-adjunta da SES, Christinne Maymone, iniciou a live falando sobre saúde mental e a necessidade de colocar em prática a empatia, principalmente nesse tempo de pandemia, onde todos vivem momentos mais difíceis e com angústias maiores. “É preciso admitir as nossas fraquezas e, ao mesmo tempo, fazer de cada fraqueza uma fortaleza”, destacou.

Valorização da vida é tema de live realizada com reeducandas da capital

Durante o encontro, a psicóloga mestre Ana Flávia Weis Serpa contextualizou que a Campanha do Setembro Amarelo é uma campanha de prevenção ao suicídio com ênfase na valorização da vida, onde as pessoas pensam no suicídio nos momentos de dor, que chegam a tentar com o intuito de acabar com o sofrimento, sendo importante atentar-se aos pensamentos negativos que comprometem a saúde emocional.

Além disso, foi abordado o desenvolvimento de estratégia de enfrentamento como: a necessidade de todos terem propósitos de vida e objetivos claros, pois isso fortalece o ser humano para superar dificuldades.

Valorização da vida é tema de live realizada com reeducandas da capital

A Live foi encerrada com a participação do secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, orientando as internas sobre o Setembro Verde, que é a campanha de incentivo à doação de órgãos e outros tecidos. “É muito importante manifestarmos nossa opção de ser doador, em geral, quem autoriza são os familiares na presença de duas testemunhas. Seja um doador de órgãos, doar órgão é um ato de amor”, declarou.

Conforme a diretora do EPFIIZ, Mari Jane Boleti Carrilho, o setor de saúde da unidade penal possui uma equipe especializada para uma escuta qualificada e tratamento adequado a todas as reeducandas que necessitam de uma atenção à saúde mental.

Ao final, cada participante recebeu uma lembrança contendo uma toalha de mão escrita “Vida”, confeccionada pelo setor de artesanato do presídio, e uma máscara alusiva ao Setembro Verde.

Comentários