(Foto: Gov MS)

Segmento de Móveis, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos e Informática foi principal responsável pelo aumento

O Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian, apontou aumento de 4,9% no acumulado anual de 2021 em comparação ao ano anterior nas vendas do varejo físico brasileiro. Em 2020, foi registrada a maior retração de toda a série história do índice, iniciada em 2001 e teve queda de 12,2%.

De acordo com o levantamento, as vendas por segmento oscilaram e alguns setores apresentaram alta enquanto outras tiveram queda. A área de Móveis, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos e Informática impulsionaram o índice e apresentou aumento de 9,5%, já a maior baixa foi em Combustíveis e Lubrificantes (7,9%).

Vendas do comércio encerram 2021 com alta de 4,9%, revela pesquisa

Análise ano a ano aponta queda em 2021

Na análise anual (dez/20 x dez/21) o levantamento apontou queda de 4,7% nas vendas do comércio brasileiro. Durante todo o ano, esta foi a maior retração apresentada. Em relação aos segmentos, o único que apontou aumento foi o de Móveis, Eletrodomésticos, Eletroeletrônicos e Informática (5,4%), os demais demonstraram recuo, com destaque para Combustíveis e Lubrificantes, que caiu 15,6%.

Comentários