Uma Arara-azul (Anodorhynchus hyacinthinus) foi devolvida à natureza neste sábado (26), após ter sido encontrada na noite de ontem (25), na posse de dois traficantes de aves de origem paraguaia. O flagrante ocorreu na cidade de Bela Vista, que faz fronteira com Bella Vista Norte, no Paraguai.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), o veículo de origem coreana e sem placas foi abordado no perímetro urbano da cidade, nas proximidades da linha internacional, sendo localizado a Arara-azul dentro de um saco plástico no interior do carro.

Os infratores, de 31 e 42 anos, residentes em Bella Vista Norte (PY), foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Bela Vista e responderão pelo crime ambiental.

A PMA percebeu que se tratava de um animal adulto. Como este é o período reprodutivo da ave e ela poderia estar cuidando de filhotes, a equipe conseguiu informação com os homens de onde a tinham capturado para realizar a soltura.

O animal passou por cuidados veterinários e confirmação de que era adulto e foi solto no local de onde havia sido capturado, em uma fazenda nas proximidades da cidade.

Confira o vídeo do momento em que a ave retorna a natureza:

Arara-azul

A ave apresenta plumagem azul com pele nua amarela em torno dos olhos e fita da mesma cor na base da mandíbula. Seu bico é desmesurado, parecendo ser maior que o próprio crânio. Sua alimentação, enquanto estiver vivendo livremente, consiste de frutos das palmeiras disponíveis no local, como o urucuri, o inajá e o coco-de-espinho.

Ela á foi considerada uma espécie ameaçada, mas em 2014 foi retirada da lista brasileira de animais em extinção. 

Comentários