A prefeitura de Dourados teve seu Programa de Investimentos junto ao Fonplata (Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Prata) aprovado pela Cofiex (Comissão de Financiamentos Externos), do Ministério da Economia, no último dia 27 de outubro. Serão destinados U$ 50 milhões, sendo U$ 40 milhões oriundos do fundo e U$ 10 milhões de contrapartida do município.

As propostas do programa estão divididas em investimentos nas áreas: Saneamento Urbano, Meio Ambiente, Mobilidade e Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura Administrativa e Fortalecimento Institucional. A importância desse investimento coloca o município em outro patamar de crescimento e sustentabilidade municipal.

“Queremos dar um salto na qualidade estrutural e também de preservação ambiental da cidade com o Programa de Desenvolvimento de Dourados. Esse investimento internacional só será viabilizado graças ao trabalho de base dos últimos meses em que o município conseguiu recuperar o nome e a credibilidade no mercado por meio do Capag (Capacidade de Pagamento). Nunca na história de Dourados nós tivemos investimentos de 4O milhões de dólares. Isso vai sem dúvida colocar o município em outro patamar, uma nova cara para nossa cidade”, destaca o prefeito Alan Guedes.

De acordo com informações do Secretário de Governo e Gestão Estratégica, Henrique Sartori, a parte mais difícil dos trâmites, que poderia dificultar a autorização do pedido da Prefeitura de Dourados já foi ultrapassada.

“Como se trata de uma operação internacional, necessitamos da garantia da União, bem como da validação da Fazenda Nacional para concluir o processo de contratação com o FONPLATA. Estimamos que no começo do segundo semestre de 2022 possamos assinar o contrato. Em breve, Dourados estará pronta para experimentar uma nova realidade de investimentos que vai mudar a cidade de patamar no quesito qualidade de vida”, afirma o secretário Henrique Sartori.

Cofiex aprova 50 milhões de programa de investimentos da Prefeitura com Fonplata

O Programa de Investimentos ainda percorrerá alguns trâmites até a assinatura do contrato. A proposta passará pela aprovação da diretoria do FONPLATA e, posteriormente, pela análise e aprovação da Secretaria do Tesouro Nacional, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e Comissão de Assuntos Internacionais do Senado Federal.

O Fonplata é um Banco Multilateral de Desenvolvimento formado por cinco países: Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai, cuja principal missão é apoiar a integração dos países-membros para consolidar um desenvolvimento harmônico e inclusivo, mediante operações de crédito e recursos não reembolsáveis do setor público.

Fonte: Ascom PMD

Comentários