24/04/2020 13h25
Da redação com informações do Governo

A Comissão Mista Brasil-Paraguai para a construção da ponte rodoviária internacional sobre o Rio Paraguai, entre as cidades de Carmelo Peralta e Porto Murtinho, aprovou ontem (23), em reunião virtual, a adjudicação da licitação de estudos prévios para a obra da ponte, que vai interligar os dois municípios na fronteira entre o Brasil e o Paraguai. A obra está orçada em US$ 75 milhões.

Com a aprovação, está garantida mais uma etapa no cronograma de implantação da Rota Bioceânica, corredor rodoviário que vai permitir mais competitividade a Mato Grosso do Sul no escoamento dos produtos do agronegócio para os mercados emergentes asiáticos.

“A contratação da empresa ocorre com um pouco de atraso, mas sem prejuízo ao cronograma. Acreditamos que até o fim do ano a empresa vencedora inicie os trabalhos”, afirma o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

O titular da Semagro lembra que, ” no Paraguai, as frentes de trabalho na rodovia Transchaco prosseguem a todo vapor. Para os dois países, a obra da ponte é fundamental, pois significa geração de empregos e manutencão do cronograma da Rota Bioceânica. Importante lembrar que, no âmbito estadual, Mato Grosso do Sul fez com que as obras do acesso à ponte, na BR-267, foram inseridas estrategicamente no programa Pro-Brasil, do governo federal”.

A III reunião da comissão foi realizada de forma virtual e contou com a participação do embaixador do Paraguai no Brasil, Juan Ángel Delgadillo; do diretor de América do Sul do Ministério das Relações Exteriores, João Marcelo Galvão de Queiroz e do Diretor de Planejamento e Pesquisa do Dnit, Luiz Guilherme Rodrigues de Mello.

O Convite MOPC UEP nº 01/2019 para Licitação Pública Binacional foi aberto em dezembro do ano passado pelo Ministério de Obras Públicas e Comunicações do Governo Federal do Paraguai. Seis propostas estavam no certame e a vencedora do foi a do Consorcio Prointec, integrado pela Intec. S.A., Prosul Ltda e Innovación y Excelencia S.A. pelo valor de 27.548.059.090,00 guaranis.

Agora, o consórcio Prointec irá realizar estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental, projeto final de engenharia, cadastramento e fiscalização no contexto da construção da ponte sobre o Rio Paraguai, entre os municípios de Carmelo Peralta e Porto Murtinho e trabalhos complementares.

Divulgação

Comentários