Na manhã desta sexta-feira (23/07), a CCR MSVia realiza o 7º Simulado Anual de Acidente com Produto Perigoso, na BR-163/MS, na altura do km 466, em Campo Grande. O exercício contou com a participação de instituições de trânsito e resgate, e teve o objetivo de alinhar protocolos e treinar a ação integrada de ocorrências.

O treinamento simula em escala real um acidente envolvendo dois veículos de passeio e uma carreta tanque, carregada com óleo diesel. Vários órgãos não sabiam que se tratava de simulação para que os tempos de resposta fossem avaliados. O início da operação se dá com uma comunicação de acidente ao Disque CCR MSVia (0800 648 0163), que imediatamente acionou o Centro de Controle Operacional (CCO) da MSVia.

No cenário criado, um automóvel de passeio realizou ultrapassagem forçada em local proibido, com faixas contínuas duplas, vindo a colidir frontalmente com o caminhão, que seguia com produto perigoso, abalroando na sequência outro veículo de passeio. Com o impacto da colisão, o tanque da carreta foi danificado, ocasionando derramamento do produto.

O acidente gerou 4 vítimas, sendo 3 graves e uma fatal, todas interpretadas por voluntários especialmente preparados, inclusive com maquiagem e efeitos visuais imitando sangue. As equipes de resgate foram mobilizadas para realizar o atendimento no local do acidente. Como parte da simulação, as pessoas resgatadas foram levadas para a Santa Casa e a Unidade de Pronto Atendimento mais próxima, enquanto outra equipe atuou para conter o vazamento, adotando todas as medidas necessárias. O atendimento às vítimas é feito por uma equipe do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) da Concessionária, e do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Para ampliar o raio de ação do simulado, foi instalado no local um sistema de transmissão on-line das atividades por meio de câmeras e som ao vivo. As imagens são assistidas ao vivo por técnicos e especialistas em uma sala especial instalada na Sede da MSVia, onde funciona o Centro de Controle Operacional.

Participaram do exercício equipes do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) da CCR MSVia, Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Polícia Rodoviária Federal (PRF/MS), Polícia Militar Rodoviária de Mato Grosso do Sul (PMMS), Polícia Militar Ambiental de Mato Grosso do Sul (PMA/MS), Força Aérea Brasileira (FAB), Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS), Coordenadoria Geral de Perícias, Defesa Civil Estadual de MS, Defesa Civil de Campo Grande, Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Grupo Ambipar e Transportadora Kátia Locatelli.

Comentários