30.8 C
Campo Grande
sexta-feira, 19 de julho, 2024
spot_img

Dia das Crianças: elas precisam ser incentivadas a realizar atividades físicas

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendam uma média de 60 minutos por dia de atividade aeróbica moderada para crianças e adolescentes. Pesquisa realizada por cientistas da Nottingham Trent University, da Inglaterra, concluiu que promover mais exercícios físicos pode ajudar a melhorar as habilidades cognitivas das crianças.

Assim, neste ‘Dia das Crianças’ ou a partir dele, a criançada precisa ser incentivada a realizar atividades físicas, diz especialista educador físico Marcos Santana. “O esporte é sempre muito bem vindo e para as crianças é o início de uma história a ser levada para o resto da vida, além de ser um ótimo meio de integração’, destaca Santana.

O educador físico aponta que ‘pensando nisso’ e ainda para comemorar o Dia das Crianças de uma forma divertida e saudável, seria interessante que pais ou responsáveis, começassem a comprar presente ou realizar comemorações em praças esportivas ou lugar saudável para a pratica de caminhada, corridas, brincadeira sociais e até torneios esportivos.

“O incentivo a uma infância saudável é dever dos pais e educadores, a atividade física propicia muitos ganhos para todas as idades e essa iniciação esportiva promovida pela Opus é a primeira oportunidade para a maioria das crianças. Quando chegam no evento elas percebem um universo de encantamento, ao conquistar a primeira medalha têm um senso de descoberta e pertencimento”, destaca Santana.

Importância de ações

O educador físico avalia a importância da realização de eventos do tipo com até provas em disputas saudáveis. “A corrida é um meio de diversão e esforço, ela pode ser a porta de entrada para outros esportes”, afirma Marcos Santana.

Além da corrida, há várias outras atividades para as crianças, como uma brinquedoteca, pintura facial, oficina de gastronomia sobre alimentação saudável com nutricionista e muito mais. “Este pode ser ainda um momento de congregação da família também. A criança quer a família presente e os pais sempre ficam muito orgulhosos, vendo a criação evoluindo”, finaliza.

Fale com a Redação