17/01/2020 11h00
Por: Redação

Após audiência com o presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ronaldo Nogueira de Oliveira, nesta quarta-feira, em Brasília, o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, disse que a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul deve dar ordem de serviço para novas obras no estado.

“Discutimos o destravamento dos convênios que estão em execução, outros que estão em fase de acabamento, outros começando, para cumprirmos as metas de entregas que os municípios de Mato Grosso do Sul tanto precisam”, disse Walter.

O representante da estatal destacou que o encontro com o presidente da Funasa foi muito positivo.

“Especificamente para Rio Brilhante e Mundo Novo tivemos a garantia do presidente da Funasa que iremos fazer o repasse da primeira medição para poder dar ordem de serviço contemplando essas cidades com estações de tratamento de esgoto, complementando os investimentos dentro de um planejamento que temos de curto prazo do programa Avançar Cidades para dotar esses municípios com infraestrutura de saneamento básico”.

Segundo Walter, de imediato são R$15 milhões que serão prontamente liberados para iniciar essas obras. “O quanto antes queremos terminar e levar mais qualidade de vida para a população desses municípios”, falou.

O diretor-presidente também destacou os outros convênios e projetos para este ano.

“Ativos, no estado do MS, temos mais de 43 convênios e, desses, 23 convênios serão terminados daqui para o final de 2020. Estamos buscando fortemente a meta da Sanesul, determinada pelo governador Reinaldo Azambuja, que é ser o primeiro estado da Federação com 100% em saneamento básico nos próximos anos.”

Em Brasília, presidente da Sanesul diz que meta é universalizar a cobertura de esgoto no MS

Comentários