Ônibus saiu da pista e parou em uma região de mata — Foto: Amanda Guedes/RPC

Já está preso o motorista sul-mato-grossense responsável pelo acidente que vítimou 13 pessoas na manhã desta segunda-feira (02) na rodovia estadual PRC-467, na cidade de Marechal Cândido Rondon. De acordo com as informações da imprensa local, o motorista fugiu sem prestar socorro, mas foi encontrado pela Polícia Civil e preso, em flagrante. Das vítimas do acidente, sete morreram e pelo menos três estão em estado grave.

O motorista foi identificado como sendo Antônio Marcos de Aguiar, de 47 anos, de Caarapó (MS). O acidente aconteceu por volta das 6h no trecho conhecido como “Curva do Rodeio”, próximo ao distrito de Iguiporã, em Marechal Rondon. O ônibus saiu de Pato Bragado, cidade no oeste do Paraná, com destino à Toledo, onde todos os passageiros iriam passar por tratamento médico. O veículo é da Prefeitura daquele município.

Conforme consta, após bater na lateral da carreta bitrem que seguia no sentido oposto da via, o coletivo saiu da pista e caiu em um barranco. O caminhoneiro fugiu sem prestar socorro. No local do acidente foram encontrados grãos de milho e, por isso, a polícia estava à procura de algum caminhão ou carreta carregado que tenha sido visto com avaria.

O motorista foi encontrado depois que descarregou a carga em uma cooperativa no distrito de Porto Mendes. Ele perdeu 1,5 tonelada do que tinha carregado originalmente. Foram os próprios funcionários do estabelecimento que acionaram a polícia, após suspeitarem de que ele teria provocado o grave acidente.

O motorista foi preso horas depois na BR-163, no trecho de Mercedes, sentido à Guaíra (PR). Aos policiais, ele negou o envolvimento em algum acidente de trânsito, mas depois acabou confessando. O condutor e a carreta foram levados para a Polícia Civil de Marechal Rondon, que investiga o acidente.

Em entrevista para o site Marechal News, o comandante Zambon do 2º Batalhão da PM do Paraná, em Marechal Cândido Rondon, disse que o motorista pegou uma carga de pedras para tentar enganar a polícia. “O motorista já tinha feito a troca da carga, descarregado o milho e carregado pedras para tentar despistar as autoridades. O caminhão tem vários indícios de danos do momento do acidente. O motorista foi preso em flagrante e está sendo apresentado ao delegado responsável”, disse.

Está preso o motorista de MS que provocou acidente com ônibus no PR; sete pessoas morreram
Ônibus atingiu a lateral da carreta, na escada que dá acesso à cabine (Foto: Marcio Cerny / Marechal News)

Segundo o auto de interrogatório, o homem informou lembrar de ter visto uma luz vindo na direção dele enquanto fazia uma manobra para desviar de um caminhão carregado de porcos, mas disse que não achou que tinha batido no veículo. Ele afirmou, também, que não tinha identificado que a luz era de um ônibus, mas alegou que, 300 metros após a manobra, chegou a parar o caminhão, viu que perdeu carga, mas não achou que tivesse atingido o ônibus.

“Ele disse que não imaginou que teria sido algo tão grave. Um caminhão de porcos teria invadido a via da sua pista, ele pra desviar puxou o caminhão pro lado esquerdo, e pro caminhão não sair da pista ele retornou, puxando pro lado direito, quando invadiu a pista onde vinha o ônibus de Pato Bragado“, explicou o delegado Rodrigo Baptista.

No depoimento, o motorista disse que não voltou para ajudar porque achou que tinha raspado o caminhão na carreta carregada de porcos, tanto que seguiu viagem para descarregar normalmente em Marechal Cândido Rondon e recarregar o caminhão com pedras. Afirmou, também, que se tivesse a intenção de fugir, teria tomado “outro rumo”. 

O delegado informou que Souza foi autuado, em flagrante, pelos crimes de homicídio culposo na direção e por lesão corporal culposa no trânsito. Ele também foi autuado por omissão de socorro e por afastar-se do local para fugir da responsabilidade penal. “Independentemente dele saber ou não do fato, de ter gerado vítimas ou não, há sim um acidente culposo ali, a uma situação de crime culposo do trânsito, do Código de Trânsito. Por isso optamos em fazer o flagrante dele, tendo em vista que ele foi capturado pela Polícia Militar”.

O advogado de defesa do motorista informou que irá aguardar se a Justiça irá arbitrar fiança ou decretar prisão preventiva para tomar as medidas cabíveis. Ele informou, ainda, que há boatos de que o motorista teria carregado o caminhão com pedras após o acidente para despistar a polícia, o que segundo ele é inverídico, já que o motorista faz o transporte de grãos e pedras semanalmente.

Luto na cidade

Segundo a Prefeitura de Pato Bregado, a cidade está de luto. A Secretaria Municipal de Saúde está fornecendo apoio aos familiares e informações sobre as vítimas na Unidade Básica de Saúde Albino Edvino Fritzen. Os feridos foram levados para uma Unidade de Pronto Atendimento de Marechal Cândido Rondon. Três vítimas precisaram ser transferidas para hospitais da região, pois estão estado grave.

Veja os nomes dos mortos identificados:

  1. Cesar Schaeffer, motorista
  2. Nelson Ditz
  3. João Szczuk
  4. Ivone Carmen Gentelini
  5. Claci Inês Specht Werlang
  6. Lurdes Monteiro
  7. Fabiana Monteiro

Acidente com ônibus aconteceu no oeste do Paraná — Foto: g1

*Matéria alterada às 19h50 para acréscimos de informações.

Comentários