foto/divulgação

O decreto nº 14.380 publicado hoje (15) vai alterar a rotina de clientes e comerciantes pelas próximas duas semanas. Por isso, o site Enfoque MS vai reforçar o que pode ou não funcionar neste período.

  • Podem abrir
  • De segunda a sexta-feira, os comércios podem abrir das 9h às 17 horas e aos finais de semana devem permanecer fechados.
  • Já os comércios ligados a alimentação (supermercados e mercados), farmácias, clínicas veterinárias, postos de combustíveis e igrejas podem abrir.
  • Empresas que oferecem serviços de infraestrutura, fornecimento de água, esgoto, limpeza urbana, energia elétrica, distribuição de gás, telefonia e internet, coleta de lixo, hotéis e funerárias também podem funcionar nos finais de semana.
  • Os estabelecimentos que trabalham apenas com o delivery podem abrir durante o final de semana e também após o toque de recolher.
  • Serviços essenciais como alimentação e saúde podem funcionar todos os dias até mesmo após o toque de recolher
  • Não podem abrir
  • Shoppings, bares, restaurantes, lanchonetes, galerias, lojas de roupas, materiais de construção, academias ou qualquer estabelecimento que não seja de serviço essencial ou do ramo alimentício devem fechar as portas.
  • Conveniências, tabacarias e estabelecimentos que vendam bebidas alcoólicas.

Os shoppings estão autorizados a funcionar de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h.

A meta da Prefeitura Municipal de Campo Grande é reduzir a circulação de pessoas, as aglomerações e diminuir assim a propagação novo coronavírus (covid-19).

Vale ressaltar que o transporte público, coleta de lixo e os serviços de segurança tanto público quanto privado, podem operar normalmente.

O novo decreto entra em vigor no sábado (18) e segue até o dia 31 de julho. Quem não cumprir pode ter o alvará cassado dentre outras penalidades.

Comentários