Sobrevoo a áreas afetadas por enchentes em Sena Madureira no Acre e coletiva de imprensa no Aeroporto de Rio Branco. (Foto: Alan Santos/PR)

Doações podem ser em dinheiro, roupas, alimentos e itens de higiene e limpeza

A Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF) junto com a Federação Espírita do Estado do Acre arrecadam doações para ajuda aos moradores do Estado do Acre – região norte do Brasil, que vive em situação emergencial. De acordo com a Defesa Civil, o Acre passa pela maior cheia dos últimos dez anos. As cheias começaram no dia 5 de fevereiro de 2021. Mais de 120 mil pessoas já foram atingidas, tanto na área urbana quanto na zona rural. Além disso, o estado enfrenta um agravamento da pandemia da Covid-19 e um surto de dengue.

As doações podem ser feitas em dinheiro, a partir de R$ 15, pelo link: https://fraternidadesemfronteiras.colabore.org/acre/single_step ou presenciais.

Os itens a serem arrecadados são: leite em pó; massa para mingau; água mineral; kit de higiene pessoal (escova de dente, pasta dente, sabonetes e toalha de banho), materiais de limpeza e higienização em geral (água sanitária, sabão em pó, sabão em barra, desinfetantes, álcool 70º, pano de chão e balde pequeno), roupas, cobertores, fraldas infantil e geriátrica (de todos os tamanhos).


O ponto de coleta é na sede da Federação Espírita do Estado do Acre que fica na Travessa Campo do Rio Branco, n.185, Capoeira. As doações podem ser feitas às terças-feiras e quintas-feiras, das 14h30 às 17h, e irão beneficiar o maior número possível de famílias, priorizando aquelas com crianças, grávidas e idosos, que estão desabrigadas em decorrência da enchente ou em processo migratório nos municípios de Rio Branco e Assis Brasil.

Sobre a Fraternidade sem Fronteiras

É uma Organização humanitária e Não-Governamental, com sede em Campo Grande e atuação brasileira e internacional. A instituição possui 68 polos de trabalho, mantém centros de acolhimento, oferece alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, construção de casas e ainda, abraça projetos de crianças com microcefalia e doença rara.

Todos os trabalhos são mantidos por meio de doações e principalmente pelo apadrinhamento. Com R$ 50 mensais é possível contribuir com um projeto e fazer a diferença na vida de muitas pessoas. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fraternidadesemfronteiras.org.br

Comentários