21.8 C
Campo Grande
terça-feira, 23 de abril, 2024
spot_img

Lideranças do Sesi, Senai e IEL debatem projetos e estratégias em Convenção Fiems 2024

Alinhar estratégias e debater formas de tirar projetos do papel estão entre os objetivos da Convenção Fiems 2024. O espaço reuniu entre a quinta-feira (29) e a sexta-feira (01), mais de 140 líderes do Sesi, Senai e IEL, no Espaço Sesi MS – Auditório José Paulo Rimoli, em Três Lagoas. Os participantes têm a oportunidade de interagir, assistir a palestras e participar de dinâmicas para fortalecer o trabalho em equipe.

Por meio de transmissão ao vivo durante a abertura do evento, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, afirmou que espera que os líderes utilizem os conhecimentos adquiridos no evento para multiplicarem as ações de fortalecimento da indústria.

“Todos já perceberam que a indústria hoje vem se consolidando como a principal atividade econômica e social do Estado. Tem proporcionado os melhores salários, mas também tem buscado os melhores profissionais do mercado. Nós, do Sistema Indústria, temos um compromisso muito claro em apoiar as empresas exatamente nas dificuldades. Eu espero que vocês, líderes, consigam multiplicar para todo grupo de trabalho do sistema as ações que possam fortalecer cada vez mais a indústria do Estado”, afirmou.

O vice-presidente da Fiems, Crosara Júnior, lembrou que a instituição sempre trabalha para a prosperidade do Estado. Os investimentos milionários previstos para os próximos anos aumentam as responsabilidades de Sesi, Senai e IEL.

“Esse encontro de líderes é muito importante nesse momento, porque a indústria vem  crescendo muito. Os dados estão aí e as notícias são as melhores, isso desdobra na qualificação de mão de obra. Quem vai qualificar esse time é o Sistema Indústria: o Sesi, o Senai e o IEL. Então, os nossos líderes precisam estar prontos, alinhados e motivados com esses objetivos”.

Para o chefe de gabinete da presidência da Fiems, Robson Del Casale, o formato da convenção é estratégico para que de fato as metas cheguem até a ponta da indústria. “É um momento muito feliz do sistema, onde conseguimos reunir os líderes do Sistema Indústria para que possamos discutir as diretrizes: para onde o Estado está indo, para onde o desenvolvimento está indo, para onde a geração de oportunidades está indo. E, a partir daí, direcionar as nossas próprias ações”.

Conforme o superintendente do Sesi, Régis Borges, há uma preocupação com a relação entre as casas, mas, sobretudo, com a compreensão e envolvimento dos colaboradores com os projetos desenvolvidos ao longo do ano. “Acho que dessa forma conseguimos ter uma entrega muito mais efetiva para a indústria”, afirmou.

O diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, destaca a importância dos colaboradores no desenvolvimento de projetos essenciais do Sistema Indústria. “É um ambiente de integração de todas as áreas e permite que o pessoal possa se desenvolver conhecendo produtos, conhecendo o sistemas, conhecendo condições e se propondo a desafiar os projetos que estão vindo em 2024. É um ano de colher muitos frutos de tudo o que temos desenvolvido no Sistema Fiems”.

O superintendente do IEL, José Fernando do Amaral, destaca que a convenção representa a união dos colaboradores. “Através dela, unimos pessoas, oxigenamos as ideias e damos uma força muito grande para atingir os objetivos da Fiems, que é cada vez mais melhorar a indústria de Mato Grosso do Sul”.

Para a gerente do Sesi e Senai de Corumbá, Silvana Araujo de Barros, o evento é uma oportunidade de saber o que realmente passa pelas casas para trabalhar de forma alinhada. “Nós temos um público-alvo que é a indústria. É um público único que todas as casas atendem dentro daquilo que podem: a educação profissional do Senai, a educação básica do Sesi e a parte de saúde e segurança do trabalho. Com certeza o cliente é o mesmo, a dor é a mesma e temos que entender o outro lado. Nós somos a parte operadora, que faz esse trabalho nas unidades, principalmente, do interior”, explica.

Programação

Durante o evento, os participantes puderam participar de palestras envolvendo o desenvolvimento de habilidades nas relações profissionais, além de se familiarizar com debates estratégicos para atuação neste ano.

O secretário executivo estadual de Qualificação Profissional e Trabalho, Bruno Bastos, abriu o ciclo apresentando um panorama do cenário econômico atual do Estado e o novo mercado de trabalho. Já a especialista em desenvolvimento humano, Dani Gil, palestrou sobre o papel da liderança de alta performance.

No período da tarde, o economista-chefe da Fiems, Ezequiel Resende, apresentou o projeto do Observatório de Indústria aos colaboradores, enquanto o gerente do Instituto Senai de Eficiência Operacional (IST) – Senai Empresa, Thales Saad, mostrou como irá funcionar o projeto Carbono Neutro.

A sustentabilidade também foi tema de destaque. Participaram do Painel de ESG, representantes de indústrias com exemplos de sucesso. Mediado por Robson Del Casale, o debate contou com a participação de Eduardo Ferraz, gerente executivo da Suzano, Celso Yamamoto, coordenador da área de Qualidade da Metalfrio Solutions, e o gerente de Qualidade e Sustentabilidade da Metalfrio Solutions, Lenilson Ferreira.

O aniversário de 45 anos da Fiems também esteve na programação. Casale apresentou o calendário de comemorações em 2024, além de apresentações quanto aos resultados das casas, Sesi, Senai e IEL, e o debate “Sistema Fiems do Futuro” com Régis Borges, Rodolpho Caesar Mangialardo, José Fernando do Amaral, e o diretor executivo da Fiems, Anatole Verlaine Etges Anatole.

O dia foi finalizdo com o divertido quiz “Quem sabe mais”, em que as lideranças tiveram de responder perguntas sobre o Sistema Fiems, e a entrega do “troféu abacaxi” para o melhor colocado.

Fale com a Redação