Vila Polonês

Assaltante morto por delegado tinha 17 anos e extensa ficha criminal

 

23/05/2020 06h36
Por: Redação

 
Delegado estava com a filha no carro, quando foi abordado pelos criminosos Delegado estava com a filha no carro, quando foi abordado pelos criminosos

Foi identificado como Guilherme Alves dos Santos, 17, o adolescente que morreu durante assalto a um delegado de Polícia Civil, Rodrigo Guiraldelli Yassaka , na noite desta sexta-feira (22) na Vila Polonês em Campo Grande.

De acordo com registro policial, o delegado estava no interior de seu veículo aguardando sua filha em frente de casa e, no momento em que sua filha entrou no carro, ele foi abordado pelo adolescente, que colocou a faca em seu pescoço, dizendo "perdeu, perdeu, sai do carro". Já o outro suspeito, não identificado, tentou abrir a porta onde estava sua filha.

No momento que o menor infrator se distraiu, olhando para seu comparsa por cima do carro, o policial civil aproveitou a oportunidade, sacando sua arma, que trazia embaixo de sua perna e gritou policia, mas o ladrão não recuou e então efetuou dois disparos, vindo a cair ao solo, enquanto o outro empreendeu fuga.

Em nota a Polícia Civil informou que o caso ser conduzido pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf). O boletim foi registrado como roubo majorado pelo concurso de pessoas e emprego de arma branca e morte decorrente de intervenção policial.

O adolescente infrator tem uma vesta ficha criminal, colecionando crimes de roubo, furto, receptação, vias de fato, dano, dentre outross, desde 2011. Guilherme teria saído da Unidade Educacional de Internação (Unei) em março deste ano.

Confira na íntegra a nota oficial da Polícia Civil

No fim da tarde desta sexta-feira (22) o delegado de polícia Rodrigo Guiraldelli Yassaka foi vítima de uma tentativa de assalto e, ao reagir, disparou em um dos suspeitos, que veio a óbito no local.

O delegado estava no interior de seu veículo e, no momento em que sua filha entrou no carro, foi abordados por dois homens, que cercaram o veículo. Um dos suspeitos chegou a abrir a porta do motorista, onde o policial estava, e, com uma faca, anunciou o crime.

O outro assaltante tentou abrir a porta do passageiro, onde estava a filha do policial. O delegado efetuou dois disparos, que atingiu um dos homens. O segundo autor conseguiu fugir.

A perícia foi acionada ao local e está acompanhada de uma equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), que irá investigar os fatos. Diligencias estão sendo realizadas no sentido de identificar o assaltante e prender seu comparsa. O caso foi registrado como roubo majorado pelo concurso de pessoas e emprego de arma branca e morte decorrente de intervenção policial.

Envie seu Comentário