Avenida Ceará

Forças de Segurança desencadeiam operação durante a madrugada em Campo Grande

Veículos com som alto são apreendidos

 

15/02/2020 07h27
Por: Redação

 

A Polícia Civil do Mato Grosso do Sul em parceria com a Polícia Militar, através do Batalhão de Choque, Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), Batalhão de Trânsito e Batalhão de Polícia Militar Ambiental, além do Corpo de Bombeiros e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) realizaram operação na Avenida Ceará na madrugada deste sábado (15). A ação foi feita na região em que acontece aglomeração de pessoas durante as madrugadas, principalmente aos finais de semana.

De acordo com a Polícia Civil, a operação teve como intuito de coibir o consumo e venda de bebidas alcoólicas para menores de idade, tráfico de drogas e sons automotivos em frente a uma conveniência localizada na rua Euclides da Cunha, esquina com avenida Ceará.

No local, a aglomeração de pessoas durante as madrugadas nos finais de semana têm gerado diversas reclamações de moradores e comerciantes da região.

O bloqueio foi realizado nos dois sentidos da avenida Ceará, nos dois sentidos da rua Euclides da Cunha e na rua Sergipe, paralela a avenida Ceará. Cerca de 40 profissionais da Segurança Pública participaram da ação.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops) e coordenador da operação - Paulo Henrique Sá , operações como esta deverão ser frequentes.

"Essas operações serão repetidas pontualmente, em diversos pontos da cidade, porque não podemos permitir que transforme as ruas em uma balada expondo a vida do campo grandense a risco permanente durante a madrugada", destacou.

Veículos com som automotivo alto, aparelhagem que não condiz com as normas, foram apreendidos. Pelo menos Três Gols e dois Saveiros foram retiradas de circulação e encaminhadas para as delegacias, por estarem com o som em alto volume, além do permitido. Os proprietários responderão por perturbação do trabalho ou sossego alheios.

Envie seu Comentário