Campo Grande

MPE denuncia e Procon Estadual autua hipermercado por deficiência no atendimento

 

09/10/2019 16h11
Por: Redação

 
Procon/Divulgação Procon/Divulgação

Em atendimento ao Ministério Público Estadual, o Procon estadual realizou fiscalização acerca do atendimento de filas preferenciais, em um hipermercado localizado em shopping da Capital, na Avenida Afonso Pena. Outras irregularidades foram constatadas, segundo órgão fiscalizador.

No expediente do Ministério Publico encaminhado a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor, questionava se a quantidade de caixas específicos mantidos para atendimento prioritário se demonstrava suficiente para evitar filas.

Durante a diligência ficou constatado dos 23 caixas existentes, apenas dois são específicos para preferenciais e, destes, só um estava funcionando e, com isso, gerando filas. Ainda, como irregularidade, as placas de identificação de atendimento prioritário estão em desacordo com o que prevê a legislação estadual.

"Em se tratando de atendimento em caixas há também o agravante de que, mesmo em época de várias promoções a quantidade de locais para recebimento se demonstrou insuficiente uma vez que, dos 23 somente cinco estavam em funcionamento", explicou o Procon.

Levando em consideração as irregularidades registradas foi expedido auto de infração e dado prazo para justificativa e correção do problema.

Envie seu Comentário