23 casos confirmados

Sobe pra seis o número de casos confirmados de Influenza no Estado

Constam no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde que foram quatro mortes em Três Lagoas, um em Corumbá e outra mais recente em Aquidauana.

 

15/05/2019 15h53
Por: Redação

 

Em novo Boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgado nesta quarta-feira (15) mostra que a Influenza fez mais uma vítima fatal em Mato Grosso do Sul. O caso ocorreu na cidade de Aquidauana, região norte do Estado. Ao todo são seis mortes pela doença, neste ano, sendo que Três Lagoas lidera com quatro casos.

No boletim anterior, o número de mortes pela doença chegava a cinco, e nesta última semana (8 a 15 de maio), houve o registro da sexta morte no Estado. As outras mortens foram registradas em Três Lagoas (4), Corumbá (1) e agora em Aquidauana (1).

Os casos notificados (em suspeita) somam 392 em MS. O documento não detalha as cidades em que estão os mesmos, mas se comparados a semana anterior, as notificações também apresentaram aumento. Estes saltaram de 358 para 392.

Dentre as notificações há 23 casos confirmados de Influenza, sendo 22 de Três Lagoas e um em Corumbá.

Influenza

Influenza é uma infecção aguda do sistema respiratório, provocado pelo vírus da influenza, com grande potencial de transmissão. Conforme o Ministério da Saúde, a doença inicia-se com febre, dor muscular, e tosse seca e normalmente, tem evolução por tempo limitado, durando de um a quatro dias, mas pode se apresentar forma grave.

O Sistema Único de Saúde (SUS) concede de forma gratuita a vacina que protege contra os tipos A e B do vírus, no entanto, a mesma é disponibilizada atualmente apenas a pessoas inclusas nos grupos considerados de risco (crianças até cinco anos e gestantes, mulheres que deram à luz recentemente, trabalhador de saúde, professores, povos indígenas, idosos com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade que cumpram medidas socioeducativas, além de presos, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

A campanha de vacinação contra a Influenza foi iniciada em Dourados no mês passado e segue até o dia 31 de maio.

Em campo Grande, as 68 unidades de saúde estão com salas de vacimnação para atender o público-alvo da campanha.

As recomendações da SES para diminuir a circulação do vírus da gripe são:

  • Higienizar as mãos com frequência;

  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; - Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

  • Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;

  • Evitar aperto de mãos, abraços e beijo social;

  • Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração;

  • Evitar visitas a hospitais;

  • Ventilar os ambientes.

Envie seu Comentário