Organização realizou reunião com presidente da França, primeiro-ministro britânico e Bill Gates sobre distribuição de imunizante ‘assim que disponível’

17/04/2020 16h26
Por: R7 com EFE

A OMS confirmou, nesta sexta-feira (17), que o mundo ultrapassou a marca dos 2 milhões de casos confirmados de covid-19, ao mesmo tempo em que anunciou esforços internacionais para garantir parâmetros internacionais para a distribuição vacinas, assim que uma das dezenas que estão sendo desenvolvidas em vários países estejam prontas para serem usadas.

O diretor-geral da organização, Tedros Adhanom, destacou os esforços de vários países com o desenvolvimento de uma vacina para proteger a população mundial contra o novo coronavírus que provoca a covid-19.

Ao mesmo tempo, disse ser necessário esforços e compromissos internacionais para que uma futura forma de prevenção da doença esteja disponível “para todos, em todos os países”.

Líderes mundiais planejam distribuição de vacina

Sobre este tema, Adhanom reuniu-se com o presidente da França, Emmanuel Macron, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o fundador da Microsoft e filantropo Bill Gates, além de outros parceiros. Segundo ele, o diálogo foi bastante frutífero e encorajador.

“Nos reunimos para prever como vamos fazer a distribição rápida e igualitária da vacina assim que ela existir”, disse Adhanom. “Nenhum país pode ser deixado para trás.”

A OMS também mantém contato próximo com lideranças europeias para acompanhar os processos de relaxamento de medidas de distanciamento social.

Adhanom afirmou ter conversado com a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Lein, e a primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, sobre o compromisso do continente com as diretrizes determinadas pela OMS para a suspensão das políticas de isolamento ou quarentena.

Números oficiais da pandemia

O levantamento oficial da OMS, que considera apenas os números oficialmente reportados pelos sistemas nacionais de saúde, aponta que o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em todo o mundo chegou a 2,07 milhões, e o de mortes por covid-19, a 139.378.

O total de casos aumentou em 84 mil entre quinta-feira e sexta-feira, o que mostra um ritmo diário de contágios maior que o dos últimos quatro dias, quando foi de cerca de 70 mil por dia.

A mesma tendência crescente pode ser observada no número de mortes. Foram contabilizadas 8,5 mil desde quinta-feira, e com isso foi a primeira vez, segundo estatísticas da OMS, que o número de óbitos em um só dia ultrapassou 8 mil desde o início da pandemia.

Vacinas para a covid-19 estão sendo desenvolvidas em vários países do mundo
UPMC via Reuters

Comentários