Foto: divulgação PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) em Cassilândia, a 418 km de Campo Grande, descobriu um “mini zoológico” naquele município. Os policiais encontram animais exóticos em chácara, após até já terem estado no local e multado proprietário com relação a má criação de outros animais não silvestres ou exóticos. A PMA recebeu nesta quarta-feira (5), uma nova denúncia e retornou ao local, onde os policiais encontraram então três animais estrangeiros e exóticos, e, aplicaram nova multa no proprietário.

“A equipe esteve novamente no local na tarde de ontem (5) após denúncias de mais animais irregulares no local. Quando chegaram os policias encontraram dois tigres d’água americanos, considerados animais exóticos, e um tigre d’água brasileiro, também mantido de forma ilegal”, apontou o ten.coronel Ednilson Paulino Queiroz, da assessoria de comunicaçção da PMA-MS.

Conforme registro, os agentes ambientais, estiveram na terça-feira (4) na chacará, onde a polícia já havia apreendido 29 animais criados de forma ilegal no local e a suspeita é que o dono de 78 anos, comercializasse as espécies. No local já tinham sido encontrados sete araras, um casal de primatas da espécie macaco-prego, um periquito, um papagaio, uma pomba silvestre, além de 17 jabutis.

Nesta terça-feira (4), o dono já havia sido multado novamente em mais R$ 2,9 mil, totalizando R$ 66,9 mil em multas e vai responder por crime ambiental com pena de seis meses a um ano de prisão. Os tigres d’água foram recolhidos e trazidos para o CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) na Capital.

Comentários