Sérgio Longen, presidente da Fiems em entrevista (Foto: Fiems)

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS), Sérgio Longen, detalhou nesta sexta-feira (20), em números, a atuação das casas que compõem o Sistema Fiems (Sesi, Senai e IEL) nos últimos 15 anos. De acordo com ele, os dados comprovam a eficiência da casa, bem como a sua importância para o desenvolvimento do Estado.

O Senai colocou no mercado de trabalho 646,9 mil profissionais qualificados nas mais diversas áreas, como mecânico, soldador, costureiro, pintor, entre outros. O índice de empregabilidade é de 74%, ou seja, de cada dez alunos do Senai, sete saem empregados.

O Sesi teve 553,6 mil alunos matriculados na rede de educação básica e continuada. Na área de saúde e segurança do trabalho, realizou 3,3 milhões de atendimentos, que envolvem consultorias, palestras, treinamentos e até planos de enfrentamento à covid-19.

O IEL encaminhou para o mercado de trabalho 34,1 mil estagiários e atendeu 371 empreendimentos no Programa de Qualificação de Fornecedores (PQF). O Centro Internacional de Negócios (CIN) atendeu 1,6 mil empresas que buscaram apoio para expandir sua atuação para o exterior.

Para 2022 e 2023, os investimentos já contratados pelo Sistema Fiems são da ordem de R$ 225,5 milhões, entre obras e serviços em andamento e projetos que serão iniciados em breve.

Longen citou alguns dos investimentos futuros, como a construção da Escola Sesi de Campo Grande e dos Centro Integrado Sesi Senai em Paranaíba e Ribas do Rio Pardo; e a reforma da Escola Sesi de Três Lagoas, de 15 unidades da Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi, do Sesi de Corumbá, do Senai de Dourados, entre outros.

Para o prefeito de Ribas do Rio Pardo, João Alfredo Danieze, o Sistema Fiems tem sido um grande parceiro na capacitação de trabalhadores para atuar na Suzano, a maior fábrica de celulose do mundo e que está se instalando no município.

“As escolas do Sistema S, sobretudo Sesi e Senai, têm um significado muito grande na melhoria da qualidade da nossa educação, e também na qualificação da mão de obra. Essa é a nossa preocupação, investir maciçamente em educação. Temos o apoio da Fiems diante da magnitude desse investimento da Suzano em Ribas do Rio Pardo”, afirmou.

O prefeito de Paranaíba, Maycol Queiroz, comemorou o projeto do Centro Integrado Sesi Senai no município, obra esperada há mais de dez anos pela população. “Paranaíba é uma cidade estratégica no ramo da indústria e do comercio. Estamos próximos de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Como gestor do poder executivo, superei as divergências com o legislativo e conseguimos um terreno bem localizado e estratégico para a construção do centro”.

Comentários