20.8 C
Campo Grande
segunda-feira, 17 de junho, 2024
spot_img

Senar On leva capacitação e conectividade a 3 mil pessoas em 2023 das comunidades rurais

Aliar tecnologia, qualificação e agronegócio para comunidades rurais. Este é o tripé que sustenta o propósito do programa Senar On. Em sala de aula, os alunos aprendem desde alfabetização até cursos técnicos profissionalizantes por meio dos Sindicatos Rurais. Completando três anos em 2024, o programa está presente em 43% dos municípios de Mato Grosso do Sul.

Lançado em agosto de 2021, o programa possui 55 polos ativos em 34 municípios do estado, buscando estruturar polos de ensino profissionalizante com internet via satélite em comunidades rurais.

Em 2023 foram realizadas 20 palestras online e aproximadamente 3 mil pessoas atendidas. Já neste ano, foram realizadas sete palestras, como por exemplo, uma série sobre Avicultura caipira e sobre Bovinocultura de Leite, realizadas com a parceria da equipe do ATeG (Assistência Técnica e Gerencial) do Senar/MS. Houve também palestras sobre Agroindústria dos derivados do leite e queijo frescal e curado.

Senar On leva capacitação e conectividade a 3 mil pessoas em 2023 das comunidades rurais

“Temos programado, pelo menos, duas palestras online por mês em todos os polos, oferecendo conhecimento e capacitação gratuita a todos os membros daquela comunidade onde o polo está instalado. Além de contribuir com a formação de novos técnicos, pois também disponibilizamos para os alunos dos cursos técnicos do Senar”, explica Wellington Matsumoto, coordenador do programa Senar ON.

Com o ambiente digital, é possível realizar cursos EaD, palestras, atendimento virtual da Assistência Técnica e Gerencial, atualizações cadastrais, ações de saúde pública, divulgações, emissões de notas fiscais e outras transações financeiras, além de iniciativas com parceiros, sendo ainda um ponto de conectividade e suporte aos produtores locais para consultas, emissão de notas, videoconferências e outras atividades.

Atualmente os municípios que possuem polos são: Alcinópolis, Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Antônio João, Aquidauana, Aral Moreira, Bandeirantes, Batayporã, Bonito, Camapuã, Rochedo, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Dourados, Eldorado, Figueirão, Inocência, Novo Horizonte do Sul, Itaporã, Jardim, Jateí, Nova Andradina, Paranaíba, Paranhos, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Rio Negro, Santa Rita do Pardo, Sidrolândia, Terenos e Três Lagoas.

Se o seu município estiver contemplado, procure o Sindicato Rural da sua região e se informe da localização do polo.

Fonte:Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul 

Fale com a Redação