Dentre as novidades, está uma variedade com tecnologia que bloqueia ação de percevejos.

02/01/2020 16h00
Por: Redação

A próxima edição do Showtec, que acontecerá de 22 a 24 de janeiro de 2020, em Maracaju, será palco para o lançamento nacional de três novas cultivares de soja, desenvolvidas pela Embrapa em parceria com a Fundação Meridional. Serão apresentadas as variedades BRS 391, BRS 467RR e BRS 544RR. Com os novidades, o produtor terá mais facilidade para o manejo de sua lavoura e poderá, ainda, evitar o ataque de determinadas pragas.

Segundo o gerente executivo da Fundação Meridional, Ralf Dengler, as novas cultivares possibilita ao produtor da oleaginosa a oportunidade de se programar para os próximos plantios. Mato Grosso do Grosso do Sul tem uma importância estratégica na nossa agenda e os produtores de sementes ligados à Meridional estão recebendo pedidos para o produtor que já estiver planejando a próxima safra”, explica.

Um dos destaques é a BRS 391, soja convencional que possui alto potencial produtivo e estabilidade. O seu principal diferencial é a Tecnologia Block, que garante a tolerância ao complexo de percevejos que podem causar danos na cultura da soja. Além disso, possui tipo de crescimento determinado, com resistência às principais doenças da soja, como a podridão radicular de Phytophthora e resistência aos nematoides de galha.

Segundo a Embrapa, a tecnologia amplia a proteção da lavoura ao ataque dessa praga, que suga as vagens e os grãos de soja. As cultivares com a genética Block têm maior tolerância aos percevejos, o que minimiza a ação destrutiva da praga. Com a opção por essa cultivar, o uso de inseticidas não é dispensado, mas será possível uma melhor convivência com os insetos no campo. A adoção de cultivares tolerantes agrega força ao Manejo Integrado de Pragas (MIP-Soja).

Já a BRS 467RR tem ótima estabilidade produtiva nas regiões mais quentes, com perfil de planta (tipo de crescimento indeterminado) que possibilita a semeadura antecipada. Apresenta resistência às principais doenças da soja, como a podridão radicular de Phytophthora e possui tolerância ao glifosato, facilitando o controle de plantas daninhas.

E a BRS 544RR é uma variedade de soja precoce, que possui tipo de crescimento indeterminado, o que permite o plantio antecipado e propicia a semeadura da segunda safra em sucessão. É cultivar transgênica com tolerância ao glifosato e possui resistência às principais doenças foliares da soja e à podridão radicular de Phytophthora.

O estande da Fundação Meridional contará com a passarela “TOP 5.000”, para que os visitantes possam observar as variedades expostas com mais conforto e segurança. Produtores poderão, ainda, ver outras cultivares BRS, como a soja com a tecnologia Shield (para manejo da ferrugem) e cultivares de três diferentes plataformas (convencional, RR1 e Intacta) com excelentes desempenhos, bem como conversar com pesquisadores da área e tirar dúvidas sobre o plantio, manejo e outras características dos novos materiais.

**Sobre o Showtec **

O Showtec é uma feira anual onde são apresentados produtos e serviços ligados ao setor agropecuário, lançamentos, inovações tecnológicas, sistemas de produção, palestras técnicas e resultados de pesquisas que contribuem para a sustentabilidade do segmento. A feira é destinada aos produtores e empreendedores rurais, técnicos agrícolas, acadêmicos, entre outros, e leva informações de forma direta e aplicável.

O evento é realizado pela Fundação MS e promovido pelo Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), Sistema OCB/MS (Organização das Cooperativas Brasileiras) e Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), contando com patrocínio do Senar/MS, Sistema Fiems/Senai e Sicredi. O Showtec conta, ainda, com o apoio da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Embrapa, Fundems, Prefeitura Municipal de Maracaju, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Semagro, Fundação Agrisus e Sanesul.

Assessoria.

Divulgação

Comentários